Tecnologia e Inovação beneficiam o setor sucroalcooleiro

22 fevereiro 2019
164 Views
Comments are off for this post

O secretário Aluísio Lessa realizou, nesta sexta (22), visita técnica à Usina Olho D’água. Recepcionado pelo vice-presidente, Arthur Tavares de Melo Neto, o diretor, Bruno Tavares, e o sub-gerente industrial, Gilberto Carvalho Filho, Aluísio conferiu o final da moagem desta safra da cana-de-açúcar e constatou como tecnologia e inovação geram resultados positivos para a economia e a sustentabilidade.

Durante a visita, o secretário observou a linha de produção, o armazenamento, a plantação e a utilização dos recursos energéticos e hídricos. Todo o processo conta com a atuação de soluções tecnológicas, que vão desde softwares que regulam a temperatura dos equipamentos até aparelhos de descarte de produtos cujas embalagens pesem mais ou menos do que o peso indicado.

A usina é exemplo de sustentabilidade. A partir do bagaço da cana, a Olho D’água produz energia suficiente para alimentar a produção e o plantio e ainda vender o excedente para a Celpe. O consumo de água é feito de maneira renovável, com a água fornecida por barragem própria, a segunda maior represa privada do Nordeste, capaz de armazenar 27 milhões de metros cúbicos. Indo além, a usina está implementando o sistema de irrigação por gotejo, que economiza água e praticamente triplica a produção em cada hectare.

Localizada na cidade de Camutanga, que fica na Mata Norte, a Olho D’água é a maior usina produtora de Pernambuco. Nesta safra, sua moagem foi de 1,6 milhão de toneladas de cana, que renderam 3,2 milhões de sacos de açúcar e 37 milhões de litros de álcool.  Destaque de como tecnologia e inovação elevam a produtividade sem agredir o meio ambiente, a usina conta com 4 mil funcionários e possui 400 fornecedores, que geram outros 4 mil postos de trabalho.