• Ação integrada do Governo do Estado em apoio aos municípios em Calamidade e Emergência

    30 maio 2017
    486 Views
    Comments are off for this post

    Após visitar as cidades mais afetadas pelas fortes chuvas dos últimos dias na Mata Sul, nesta segunda-feira (29.05), o governador Paulo Câmara reuniu todo o secretariado para determinar que seja feito um esforço conjunto no intuito de minimizar os impactos. Entre as medidas está a instalação dos Gabinetes de Crise em cada um dos 14 municípios em estado de Calamidade

    paulo-palmares“A gente precisa estar em alerta máximo. Temos 14 escritórios disponibilizados nos municípios em estado de Calamidade, então, teremos gente sempre de prontidão da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros, Saúde, Assistência Social e Habitação”, frisou Paulo Câmara. As equipes estão de prontidão, trabalhando 24 horas por dia, e os leitos dos rios e as barreiras estão sendo monitorados.

    Segundo o secretário de Planejamento e Gestão, Márcio Stefanni.um dos helicópteros solicitados já chegou e o outro deve chegar nesta terça-feira (30.05). “Com isso, vamos continuar a prevenir, tirando as pessoas das áreas de risco. Além disso, as 12 viaturas que foram entregues, na última semana, ao Corpo de Bombeiros, estão em campo mostrando uma ação responsável do governo”, afirmou o secretário, acrescentando que o Hospital de Campanha deverá ser instalado na cidade de Rio Formoso, que teve a sua unidade médica inundada, para reforçar a assistência na Mata Sul.

    whatsapp-image-2017-05-29-at-17-00-26-1Além da Barragem de Serro Azul, localizada no município de Palmares, que conteve grande parte das águas da chuva, danos maiores também foram evitados devido ao trabalho que vinha sendo realizado pelo Governo de Pernambuco após as enchentes de 2010. “A Operação Reconstrução foi exitosa. Reconstruímos cinco hospitais e nenhum deles foi atingido por essas chuvas. Também entregamos 12.131 casas, construídas em parceria com o Governo Federal, que não foram afetadas”, explicou o secretário.

    Saúde – Equipes de vigilância, assistência e regulação em saúde, além de engenharia, foram deslocadas para as regiões atingidas pelas chuvas com o intuito de realizar o levantamento das principais necessidades relacionadas à área de saúde. Os profissionais estão avaliando a situação dos equipamentos de saúde dos municípios, incluindo infraestrutura, equipamentos e insumos. Insumos para diabéticos, como glicosimetros e tiras para medição, além de frascos de hipoclorito de sódio para purificação da água para consumo já foram levados pelas equipes. Também foram enviados uma série de materiais médico-hospitalares, como soro fisiológico e glicosado, estetoscópios, tensiometros, luvas, micronebulizadores, ataduras, absorvente hospitalar, gazes, álcool, esparadrapo e fraldas geriátricas.

    Doações – Mais de 35 mil pessoas estão desabrigadas ou desalojadas nas cidades de Belém de Maria, Palmares, Amaraji, Maraial, Ribeirão, Cortês, Barra de Guabiraba, Gameleira, São Benedito do Sul, Rio Formoso, Catende, Água Preta, Jaqueira e Barreiros. Aqui, confira o que doar e quais são os pontos oficiais de arrecadação: http://www.pe.gov.br/b/14533

    Leia Mais