REPEPE – Rede Pernambucana de Pesquisa e Educação

imagem-repepe1

Por um futuro baseado em conhecimento, parcerias e cooperação

Primeira rede estadual associada à nova configuração da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), a Rede Pernambucana de Pesquisa e Educação foi instituída como política pública pelo Decreto Estadual nº 44.711, de 11 de julho de 2017(inserir link). A REPEPE interligará 20 municípios distribuídos ao longo de todo o estado até 2018, a partir de internet de alta velocidade (1 a 10 Gigabytes). Com uma espinha dorsal de 1.175 km, a rede digital óptica tem o potencial de alcançar 400 entidades de pesquisa, educação e saúde nesse período, além dos arranjos produtivos locais (APLs).

Alinhado à Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco 2017- 2022, o projeto cria condições para acelerar a inovação e a competitividade econômica a partir da conectividade, favorecendo a cooperação e as alianças de conhecimento. Uma conjuntura primordial para que o Estado possa se integrar às profundas e ágeis transformações em curso em que a Tecnologia da Informação e Comunicação serão fundamentais.

Como contrapartida da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), até o fim de 2017, R$ 10 milhões serão aportados para a aquisição de equipamentos de transmissão de dados – dentro do Programa de Produção e Difusão de Inovações para a Competitividade de Arranjos Produtivos Locais do Estado de Pernambuco (PROAPL), financiado pelo BID. Para o desenvolvimento de toda rede estadual, o projeto conta ainda com investimento dos parceiros.

quadro_repepe-publicoalvo

A rede digital em Pernambuco

mapa_repepe

Alianças para expandir 
A REPEPE tem como diferencial um modelo de negócio inovador, baseado em parcerias público-privadas voluntárias com foco no compartilhamento e integração de infraestrutura, propiciando, inclusive, a redução de custos e o compartilhamento
de benefícios. Entre essas alianças, a integração com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) – organização social mantida em conjunto com os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e Comunicação (MCTIC), Educação, Cultura, Saúde e Defesa – permitirá a otimização do acesso à internet de alta velocidade nos ambientes identificados como público-alvo.

 

O modelo de Negócio

quadro_repepe-modelonegocio

 

repepe-parceiros