PARQTEL INICIA RESIDÊNCIA TECNOLÓGICA EM INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

30 janeiro 2019
527 Views
Comments are off for this post

O curso tem como objetivo apoiar a formação de recursos humanos qualificados na área de inteligência artificial

O Parque Tecnológico de Eletroeletrônicos e Tecnologias Associadas de Pernambuco (Parqtel) inicia nesta sexta-feira (1º de fevereiro) o Curso de Residência Tecnológica em Inteligência Artificial. As aulas serão ministradas no Centro de Manufatura Avançada do Parqtel, espaço que já conta com laboratórios preparados para as atividades de manufatura avançada. Inicialmente, o programa pretende formar 10 residentes, sendo oito alunos recém-formados e dois com mais de dois anos de experiência. Eles receberão, respectivamente, bolsas no valor de R$ 2.200 e R$ 3.000, custeadas pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe) e a Fundação para Inovações Tecnológicas (FITec).

O curso terá 10 meses de duração e objetiva formar profissionais com habilidades técnicas de inteligência artificial (IA) e competências para promover problemas práticos em empresas com atuação em tecnologia da informação e comunicação e manufatura avançada. A iniciativa representa mais um esforço do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de ciência, tecnologia e Inovação (Secti), de estimular o desenvolvimento de recursos humanos qualificados e com foco no processo de transformação digital atualmente em curso. O programa de Residência Tecnológica em Inteligência Artificial é promovido a partir de um termo de cooperação técnica – o programa é multi-institucional – e conta ainda com a participação da Fundação para Inovações Tecnológicas (FITec), da Universidade de Pernambuco (UPE) e da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe).

No Total o Programa conta com recursos de R$ 236 mil, sendo de R$ 140 mil com recursos oriundos do Tesouro Estadual, do orçamento da FACEPE, e R$ 96 mil pela FITec, repassados à FACEPE para complementação de bolsas.

Com 360 horas aula, estão previstas atividades acadêmicas gerenciadas pela UPE, responsável pela formação teórica, e atividades de desenvolvimento tecnológico com foco em projetos reais apresentados por empresas, gerenciadas pela FITec. Os profissionais formados receberão um certificado de especialista em inteligência artificial (Lato Sensu).