Educação de qualidade do Ensino Fundamental ao Superior

4 julho 2018
1304 Views
Comments are off for this post

A Universidade de Pernambuco (UPE) vem obtendo destaque em avaliações nas áreas de Ensino Superior, Fundamental e Médio, além do desenvolvimento de pesquisa e iniciação científica. Considerada a melhor universidade estadual do Norte-Nordeste pelo Ranking Universitário Folha (RUF) 2017, as escolas de Aplicação da UPE também ocuparam as primeiras posições do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe) no ano de 2017.

As unidades de ensino do Recife, Garanhuns e Petrolina obtiveram os três primeiros lugares na categoria de escolas parceiras nos anos finais do Ensino Fundamental e, novamente, as escolas do Recife e de Garanhuns ocuparam, respectivamente, a primeira e terceira colocação no Ensino Médio. Com nota média de 4.5 no Idepe para 2017, Pernambuco ultrapassou a média de 3.5 do índice nacional (Ideb). A conquista foi divulgada pelo governador Paulo Câmara na última quinta-feira (28) com solenidade no Palácio do Campo das Princesas e premiação a municípios, escolas e gerências regionais que obtiveram os melhores resultados.


O reitor da UPE, Pedro Falcão, comemorou os resultados e destacou o trabalho pedagógico que vem sendo realizado nas Escolas de Aplicação da UPE. “A qualidade das escolas de aplicação da Universidade de Pernambuco deve-se, em parte, a realização de projetos pedagógicos inovadores, entre os quais o estímulo à leitura e o desenvolvimento de novas metodologias de ensino”, destacou. Ele esclareceu ainda que a execução desse trabalho tem sido apoiada pelos cursos de licenciatura oferecidos pela UPE, através dos estágios, monitoria e experiências de pesquisa aplicadas junto às escolas, contribuindo com a melhoria da formação dos jovens pernambucanos.


Pesquisa – 
Recentemente a UPE conseguiu, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), sete bolsas de iniciação científica para estudantes de ensino médio das Escolas de Aplicação da Universidade espalhadas pelo estado. Segundo o coordenador geral de pesquisa da Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Inovação da UPE, Marcelo Alves Ramos, essas bolsas vão despertar nos alunos o interesse pela metodologia científica utilizadas nas universidades. ?Os estudantes que forem selecionados, em edital que será publicado em breve, atuarão junto a estudantes de graduação da UPE nas atividades de iniciação cientifica?, explicou.  


IDEPE
 – Os resultados do IDEPE são calculados com base no Sistema de Avaliação da Educação Básica de Pernambuco (SAEPE), que mede anualmente o grau de domínio dos estudantes nas habilidades e competências consideradas essenciais em cada período de escolaridade avaliado, além de ser uma importante ferramenta para a gestão escolar. Realizado anualmente, o ranking acompanha o desempenho da educação pública no Estado e considera dois critérios, os mesmos usados para o cálculo do índice nacional (IDEB). São eles: fluxo escolar e proficiência dos estudantes do Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) e do Ensino Médio.


UPE é destaque em rankings universitários do país

A Universidade de Pernambuco é uma das universidades estaduais mais bem avaliadas do Brasil nos rankings universitários, possuindo diversos cursos entre os melhores do Brasil. Segundo o Ranking Universitário Folha (RUF), por exemplo, a Universidade de Pernambuco é a melhor universidade estadual do Norte-Nordeste em termos de pesquisa e internacionalização, ocupando a 36ª posição no quesito pesquisa e a 51ª colocação nas atividades de internacionalização, ficando à frente, inclusive, de algumas universidades federais do Nordeste. Ao todo 195 universidades de todo país são avaliadas por esse ranking.