• Parqtel vai contar com laboratório de robótica para alunos de escolas públicas

    21 maio 2019
    16 Views
    Comments are off for this post

    O Centro de Manufatura Avançada (CMA) do Parque Tecnológico de Eletroeletrônicos e Tecnologias Associadas de Pernambuco (Parqtel) vai contar com um laboratório de robótica para ser utilizado por alunos das redes públicas municipal e estadual de ensino. Nesta terça-feira (21.05), o Diretor Executivo de Tecnologias na Educação da Prefeitura do Recife, Francisco Luiz, e o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Guilherme Calheiros, foram ao CMA conferir a estrutura destinada para o espaço. O secretário estadual Ciência Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, esteve presente.

    De acordo com Francisco Luiz, o Parqtel é o local mais indicado para que os estudantes tenham uma experiência de imersão na atividade profissional da indústria 4.0: “Há algum tempo temos a disciplina de robótica nas escolas da rede municipal e, agora, queremos oferecer aos alunos uma proximidade com a atividade profissional. O Parqtel reúne indústrias e tem a estrutura necessária para proporcionar esta experiência. A parceria será nos moldes da que temos com o Porto Digital, onde os alunos têm acesso aos laboratórios e desenvolvem uma série de atividades voltadas para a Inovação”, declarou.

    Com o Governo de Pernambuco aumentando a verba de custeio da Universidade de Pernambuco (UPE), indo na contramão da União, que cortou recursos da Universidades Federais, Aluísio Lessa salientou a importância de se valorizar a educação: “Temos a melhor educação do Brasil e esta marca é um dos grandes pilares do desenvolvimento Pernambuco. Ciente da importância deste índice, a SECTI vai somar esforços com a Prefeitura do Recife para a criação do laboratório de robótica no Parqtel. Apesar de estarmos enfrentando um período de escassez de recursos públicos, temos que prezar por um ensino público de qualidade”, afirmou.

    O laboratório a ser implantado no CMA contará também com o suporte do Instituto de Inovação Tecnológica da UPE, que fica dentro do Parqtel. Um termo de cooperação entre a SECTI e a Prefeitura do Recife para a criação do equipamento será assinado em breve.

    Leia Mais
  • Inscrições abertas para o Parqtel

    20 maio 2019
    38 Views
    Comments are off for this post

    Querendo fazer parte do time Parqtel? Então corre e aproveita a chance. Até a próxima sexta-feira (24), estão abertas as inscrições para o Projeto Sistema Cooperação – Desenvolvimento das Camadas de Dispositivos e Rede de Modulo IoT. Os interessados devem enviar os seus currículos para o seguinte endereço: parqtel@secti.pe.gov.br.

    Para participar, o candidato precisa ter alguns pré-requisitos, entre eles, conhecimento em CAD, Mestrado, ou 2 anos de formado em Engenharia Elétrica, Eletrônica, Computação, Telecomunicações ou Automação, entre outros tópicos.

    O bolsista selecionado terá uma remuneração de R$ 2,2 mil, por dois anos, com carga horária de 40h semanais, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com uma hora de almoço.

    Leia Mais
  • Pernambuco na vanguarda da Indústria 4.0

    20 maio 2019
    17 Views
    Comments are off for this post

    O efeitos da Indústria 4.0 em Pernambuco foram tema de debate, na manhã desta segunda-feira (20.05), na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A Frente Parlamentar Sobre os Impactos da Quarta Revolução Industrial em Pernambuco reuniu o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa; o cientista-chefe do Parqtel, Carmelo Filho e o presidente da Sociedade dos Usuários de Tecnologia de Pernambuco (Sucesu PE), Romero Guimarães, discutiram o momento, as iniciativas e as políticas públicas que estão sendo aplicadas no Ecossistema de Inovação.

    Aluísio Lessa destacou que o estado dispõe de um ambiente tecnológico sofisticado e que a SECTI atua em sintonia com o Governo de Pernambuco e o setor privado para impulsionar as ações na área: “O Ecossistema de Inovação de Pernambuco abriga cerca de 400 empresas que colocam pernambuco em uma posição de destaque no ramo da Inovação. As empresas de software baseadas aqui oferecem serviços para todo o mundo. Com o Parqtel, pretendemos nos tornar em referência também na parte de hardware. O nosso governo sempre esteve antenado aos avanços da área e sempre buscou impulsionar as iniciativas na área. Não é a toa que somos requisitados no mercado e temos empresas como a Accenture, que vai dobrar a quantidade de pessoas (de 2,5 mil para 5 mil) para trabalhar no Recife”, afirmou.

    Carmelo Filho elencou as iniciativas desenvolvidas pelo Centro de Manufatura Avançada (CMA) do Parqtel: “Somos um estado de vanguarda na área da Indústria 4.0. O Parqtel trabalha justamente para fomentar essas atividades. Capacitamos profissionais para este cenário; oferecemos incubadora para startups; temos quatro projetos de desenvolvimento envolvendo grandes indústrias e oferecemos o Programa de Residência tecnológica. Convido os senhores deputados para uma visita a nossa estrutura e conferir in loco as nossas iniciativas”, declarou.

    Romero Guimarães falou como o mercado está adequado às tecnologia e destacou os esforços feitos pelos governantes para que Pernambuco esteja sempre em sinergia com a área: “As empresas, hoje, se comportam como plataformas, que estão alinhadas com as tecnologia para oferecerem serviços de acordo com as demandas dos consumidores. Como política de estado, é necessário fomentar o empreendedorismo e ampliar a participação do terceiro setor. As ONG’s precisam estar presentes para conscientizar sobre a capacitação, capacitar cidadão e expandir a inclusão digital. Em Pernambuco, este cenário é visto e o reflexo ocorre com a expansão cada vez mais latente do Ecossistema de Inovação”, comentou.

    A Frente Parlamentar Sobre os Efeitos da Quarta Revolução Industrial em Pernambuco é presidida pelo deputado estadual João Paulo (PCdoB) e tem como relator o Professor Paulo Dutra (PSB) e Tony Gel (PMDB) como um dos membros.

    Leia Mais
  • Empresas chinesas podem instalar Centro de Inovação Tecnológica em Pernambuco

    15 maio 2019
    70 Views
    Comments are off for this post

    Um grupo de empresas chinesas das áreas de Tecnologia e Inovação, sob consultoria do Instituto CGTI, deseja desenvolver um Centro de Inovação Tecnológica e o Parqtel apresenta condições favoráveis para receber a estrutura. O pontapé inicial foi dado nesta quarta-feira (15.05), em reunião entre o secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, representantes do Governo do Estado, membros de entidades da industria 4.0 e do instituto para traçar estratégias para abrigar o projeto.

    Estiveram presentes o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti; o cientista-chefe do Parqtel, Carmelo Filho; o diretor da Abinee, André Luiz; o diretor da ADDIPER, Jaime Alheiros; o representante da UPE, Alexandre Maciel; o diretor adjunto CGTI, Adelfo Barnabé; o pesquisador associado Julius Menino; o diretor técnico científico Diego Nogueira e o diretor P&D privado, José Eduardo Querido.

    Os representantes do CGTI apresentaram a disposição dos chineses em aportar este investimento em Pernambuco. Eles ressaltaram também a disposição da cônsul da China em Pernambuco, Yan Yuqing, em dar ao estado um empreendimento deste porte, consolidando a presença do seu país na região.

    Disposto a concretizar a negociação para que o Parqtel abrigue Centro de Inovação Tecnológica chinês, Aluísio Lessa pontuou o atrativo do parque e de Pernambuco para a iniciativa: “O nosso Ecossistema de Inovação dispõe de toda a estrutura necessária para oferecer suporte aos chineses seja em softwares ou hardwares e na prospecção de negócios. Além disso, o Centro de Manufatura Avançada do Parqtel conta com laboratórios de prototipagem e dispõe de espaço para abrigar startups oriundas das atividades desenvolvidas no centro. E a área do Parqtel fica entre as BR’s 232 e 408, que ligam o Nordeste, e próxima à BR 101, que corta praticamente todo o país”, declarou.

    Ao final do encontro, os participantes definiram a criação de um grupo de trabalho para a produção de uma apresentação detalhada aos chineses sobre as vantagens de Pernambuco para o projeto.

    Leia Mais
  • Governo de Pernambuco amplia investimento na UPE

    14 maio 2019
    33 Views
    Comments are off for this post

    Com o compromisso de seguir fortalecendo a educação pública pernambucana, o governador Paulo Câmara anunciou, nesta terça-feira (14/05), um importante reforço no orçamento da Universidade de Pernambuco (UPE). O chefe do Executivo estadual garantiu um aumento de 26% no custeio da instituição, em relação ao valor empenhado no ano passado. Em 2018, o orçamento da UPE foi de R$ 21,6 milhões. Com o incremento, a instituição contará com 27,2 milhões.

    “Educação é a maior prioridade da nossa gestão. Pernambuco e o Brasil só vão superar essa crise, que vem desde 2014, investindo do ensino básico ao superior. Por isso, estamos não só assegurando os recursos da UPE, como também ampliando o orçamento da nossa universidade”, indicou Paulo Câmara.

    O reforço no custeio da UPE vai contribuir para o cumprimento de sua função estratégica, contribuindo também para o crescimento da instituição e para o desenvolvimento do Estado. O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Aluisio Lessa, destacou a importância da decisão na busca por soluções inovadoras para os desafios sociais.

    “Essa é uma medida que garante o incentivo do estado na ciência e inovação. Apostamos que este é o caminho para vencer as dificuldades do mundo moderno”, reforçou.

    A UPE está presente em todas as regiões do Estado através do seu complexo multicampi, que é formado por 15 unidades de ensino distribuídas no Recife e Região Metropolitana, Nazaré da Mata, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Serra Talhada e Palmares.

    “A reitoria vem trabalhando ao longo dos dois mandatos para o fortalecimento e consolidação da única instituição pública universitária do Estado. O Governador Paulo Câmara é bastante sensível sobre a importância da Universidade que gera e dissemina conhecimento do litoral ao sertão pernambucano”, destaca o Reitor da UPE, Prof. Pedro Falcão.

    Leia Mais