• A Secti participa de Missão Técnica do Projeto INNOV-AL na Europa

    13 novembro 2018
    41 Views
    Comments are off for this post

     

    Profissionais estão no Leste Europeu para trocar experiência

    A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), através da Diretora de Políticas e Articulação, Luciana Távora, está participando da Missão Técnica do Projeto INNOV-AL Brasil, no Leste Europeu, junto com representantes dos estados do Paraná e Pará. Durante a agenda, estão sendo visitadas Instituições de Ciência e Tecnologia e órgãos do governo da Polônia, Romênia e Hungria. A iniciativa, que teve início no último dia 04 deste mês, segue até o próximo sábado (17).

    Além de apresentar a Estratégia de Ciência, Tecnologia para Pernambuco 2017-2022 (ECT&I-PE) e o Sistema Pernambucano de Inovação, Távora ainda busca articulações para o setor de vitivinicultura do Estado e a região de Tolna County na Hungria (indicada pelo projeto para dialogar com Pernambuco), contando com a participação de Flavio França da EMBRAPA Semiárido e Claudia Neves do LABTOX/ITEP.

    O objetivo da Missão é aproximar o estado de Pernambuco e a Hungria, com suas respectivas Instituições de Ciência e Tecnologia, para promover a troca de experiências e boas práticas das políticas de desenvolvimento regional com base em inovação e a cooperação para pesquisas e difusão de tecnologias no setor de vitivinicultura.

    INNOV – AL/ Brasil – É uma iniciativa da União Europeia, com financiamento da Direção-Geral da Política Regional e Urbana (DGREGIO) da Comissão Europeia com objetivo de apoiar a disseminação e a troca de experiência e boas práticas das políticas descentralizadas de inovação e de especialização inteligente em nível regional da Europa com o Brasil. Assim foram selecionados três estados brasileiros, cada qual indicando um setor econômico para estudo de caso: Pará (cacau), Paraná (tecnologia da informação) e Pernambuco (vitivinicultura) e três regiões parceiras na Europa, Polônia, Romênia e Hungria, respectivamente. A previsão de término do Projeto é em março de 2019.

     

    Leia Mais
  • Secti reúne profissionais para construção de um programa de apoio às startups

    12 novembro 2018
    75 Views
    Comments are off for this post

    Dentro das metas da estratégia de CT&I da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) aconteceu, na tarde desta segunda-feira (12), na sede do órgão, no Bairro do Recife, uma reunião com os principais atores do ecossistema das startups pernambucanas para a construção de um programa de apoio às startups.

    A iniciativa, que prevê a ampliação da capacidade de difusão da inovação nas empresas e da massa crítica de startups no estado, contou com a presença do secretário executivo da Secti, Leonildo Sales.

    O coordenador do encontro, Felipe Sabat, explicou que a elaboração do plano vai levar em consideração as particularidades de Pernambuco e dos empreendedores locais. Ele garante que, em breve, a Secti e os parceiros deverão finalizar um plano moderno para fortalecer as startups de Pernambuco.

    Leia Mais
  • Secti marca presença no 44º Encontro Provedores Regionais – Recife

    12 novembro 2018
    64 Views
    Comments are off for this post

    Na ocasião, o secretário executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação,

    Leonildo Sales, apresentou a REPEPE

     

    O secretário executivo de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonildo Sales, fez a abertura do 44º Encontro Provedores Regionais – Recife, nesta segunda-feira (12), no Internacional Palace Hotel, em Boa Viagem. Na ocasião, ele apresentou para os presentes a Rede Pernambucana de Pesquisa e Educação (REPEPE).

    “Conectividade é um insumo tão importante, quanto água e energia, por exemplo”, ponderou Sales, ao, na ocasião, fazer uma apresentação explicando a concepção da REPEPE e mostrando o estágio em que ela se encontra hoje.

    “A REPEPE é uma rede digital óptica de alta performance com velocidade de 1Gb/s a 10Gb/s que conectará instituições de educação ou pesquisa, públicas ou privadas, podendo contemplar demais órgãos ou entidades do Poder Executivo Estadual e dos demais Poderes”, explicou ele, ao destacar que ela está alinhada a Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco 2017- 2022.

    O Encontro Provedores Regionais – Recife vem sendo realizada desde 2013 em todas as regiões do país. Além de Leonildo, Tiago Sousa Prado, especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações da Anatel, falou sobre alterações regulatórias e seu impacto nas pequenas prestadoras.

    Um painel sobre um problema que afeta diretamente a gestão contábil das empresas de provedores regionais: como tratar Serviço de Comunicação Multimídia e Serviço de Valor Agregado. Devem ser separados? O advogado Alan Silva Faria, do Escritório Silva Vitor, Faria e Ribeiro; o consultor Marcio Rodrigues dos Santos, diretor da Futurion; e Jorge Morgado, diretor da Abrint, apresentaram as melhores e mais seguras alternativas frente à legislação.

    REPEPE – Primeira rede estadual associada à nova configuração da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), a Rede Pernambucana de Pesquisa e Educação foi instituída como política pública pelo Decreto Estadual nº 44.711, de 11 de julho de 2017. A REPEPE interligará 20 municípios distribuídos ao longo de todo o estado até 2018,

    O projeto cria condições para acelerar a inovação e a competitividade econômica a partir da conectividade, favorecendo a cooperação e as alianças de conhecimento. Uma conjuntura primordial para que o Estado possa se integrar às profundas e ágeis transformações em curso em que a Tecnologia da Informação e Comunicação serão fundamentais.

    Leia Mais
  • Governo de Pernambuco e FioCruz celebram Protocolo de Intenções

    8 novembro 2018
    94 Views
    Comments are off for this post

    Considerando a importância de novas parcerias para o desenvolvimento de inciativas na área de saúde e desenvolvimento social de Pernambuco, o Governo do Estado, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), celebra um Protocolo de Intenções com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A medida, que aconteceu no Palácio do Campo das Princesas, nesta quinta-feira (08), contou com a presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e da secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo.

    O objetivo é instituir cooperação técnico-científica entre os participantes para o desenvolvimento de projetos de pesquisa, ensino, extensão e desenvolvimento tecnológico, compartilhamento a disseminação de informações técnico-científicas, por meio da Fiocruz e o Governo de Pernambuco, através da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia (Facepe).

    O primeiro convênio, já em execução, foi celebrado com o objetivo de implantar o Programa de Excelência em Pesquisa – Proep para o apoiar atividades de pesquisa científica na unidade da Fiocruz em Pernambuco (Instituto Aggeu Magalhães /IAM).

    Já o segundo convênio, em estágio de celebração, buscará implantar o Programa de Inovação INOVA, no Aggeu Magalhães, iniciativa voltada a apoiar financeiramente projetos com possibilidades de geração de produtos, processos e serviços, favorecendo a inovação em saúde no estado.

    A iniciativa prevê também a eventual cessão, requisição e demais modalidades de transferência de recursos humanos, envolvendo servidores do estado para trabalhar na FIOCRUZ e vice-versa. A celebração consolida uma parceria que já traz resultados significativos para Pernambuco, a exemplo do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I).

     

    Leia Mais
  • Feira de Ciências de Pernambuco é oficialmente lançada com projetos de todos os estados do Brasil e de outros três países

    8 novembro 2018
    101 Views
    Comments are off for this post

    “Ciência é paixão. E uma Feira de Ciências expõe nossos estudantes a esse contato apaixonado com o conhecimento científico. A Ciência Jovem é um retrato disso: feita com poucos recursos e muita dedicação por gente apaixonada pela Ciência”. Com essas palavras, a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco, Lúcia Melo, declarou aberta a 24ª Ciência Jovem.

    Na solenidade de abertura, as bandeiras de cada um dos estados do Brasil, todos com projetos participantes da Ciência Jovem, encheram o palco, junto com os alunos do Paraguai, Colômbia e México.

    O diretor do Espaço Ciência, Antonio Carlos Pavão, coordenador geral da Feira, ressaltou o esforço coletivo para realização do que José Reis chamava de uma revolução pedagógica. Sérgio Mafioleti, da Área Sócio-ambiental do Shopping RioMar, onde está sendo realizado o evento, destacou a importância de aliar os setores público e privado para que a tecnologia não seja algo distante do dia-a-dia de cada um. Além deles, representantes da Facepe, Secretaria de Educação, IFPE e UFPE prestigiaram a cerimônia de abertura.

    A Banda Marcial do Colégio Militar do Recife deu o tom da empolgação da meninada, que era visível desde as primeiras horas do dia. Antes mesmo das nove horas, várias equipes já estavam a postos para fazer seus credenciamentos e organizar seus estandes. Professores, estudantes e familiares trabalhavam juntos na organização dos projetos nas diversas categorias: Iniciação à Pesquisa (Educação Infantil e Fundamental 1); Divulgação Científica (Fundamental 2); Incentivo a Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico (Ensino Médio); e os projetos do México, Colômbia e Paraguai, que concorrem na categoria Francis Dupuis.

    Neste primeiro dia de Ciência Jovem, os projetos serão expostos e avaliados até 20 horas. Também teve início logo após a solenidade de abertura as plenárias da categoria Educação Científico. Trata-se de um dos diferenciais da Feira pernambucana: um momento de troca de experiências entre educadores que expõem, em banners e apresentações orais, projetos pedagógicos exitosos realizados em suas instituições de ensino.

    CONFIRA A PROGRAMACAO DAS PLENÁRIAS

    NESTA QUINTA (8), segundo dia da Ciência Jovem, a programação começa cedo, com as visitas institucionais aos projetos e instalações socioambientais Shopping RioMar e à ONG Escola Mangue, em Brasília Teimosa. A partir das 10h, tem início a exposição e avaliação dos projetos, que segue até 18 horas.

    ACESSE A REVISTA VIRTUAL DA CIÊNCIA JOVEM

    CONFIRA ALGUMAS FOTOS DO PRIMEIRO DIA DE CIÊNCIA JOVEM

     

    Leia Mais