• TVPE completa 35 anos transmitindo cultura para todas as regiões do estado

    16 setembro 2019
    22 Views
    Comments are off for this post

    No último domingo (15/09) a TV pública realizou no auditório de sua nova sede, em Caruaru, uma apresentação cultural com transmissão ao vivo para todo estado

    Para marcar os 35 anos da TV Pernambuco, a Empresa Pernambuco de Comunicação (EPC), iniciou no último domingo (15/09), uma série de atividades em comemoração aos 35 anos da emissora. Com transmissão ao vivo para todo estado e para o mundo, através da internet, o auditório virou palco para os artistas do projeto Reverbo, que reuniu compositores e cantores de Pernambuco. Juliano Holanda, Gabi da Pele Preta, Igor de Carvalho, Almério, Flaira Ferro e Isadora Melo são alguns dos nomes que subiram ao palco, entre os 20 artistas que fazem parte do Reverbo.

    O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, endossou a importância da TV Pernambuco para a cultura do estado, destacando o compromisso da TV pública na divulgação da diversidade cultural do Estado. “Estamos iniciando a comemoração dos 35 anos do aniversário da nossa TV Pernambuco, a emissora pública do nosso Estado. Ela vem cumprindo uma função social de valor inestimável. Através dela, a arte, a cultura e o desenvolvimento econômico de Pernambuco são difundidos para a população. Nesses 35 anos, os pernambucanos se sentem ainda mais pernambucanos quando estão sintonizados nela. Em nossa gestão na Secti, trabalhamos diariamente para fortalecê-la, fazendo com que o seu alcance à sociedade seja ainda maior”, disse o secretário parabenizando a todos que fizeram e fazem a TV Pernambuco nesses 35 anos.

    “A TVPE é um valioso e importante patrimônio do povo pernambucano, ao longo desses 35 anos prestou relevante serviço de comunicação e vem se reinventando para acompanhar as transformações da área e ofertar ainda mais possibilidades de acesso à informação honesta ao público de nosso estado, respeitando e propagando o direito à comunicação. A ‘plataforma’ de celebrações #TVPE35Anos foi lançada com esse grande show do Reverbo e com a ampliação de produtos pernambucanos e regionais na tela da TVPE”, explicou  Gustavo Almeida, Diretor-presidente da EPC/TVPE.

    Sobre a EPC/TVPE

    Até 1988, a TVPE se chamava TV Tropical. Entrou no ar em 1984 e foi a primeira geradora de TV no interior do Estado. Depois de um ano de estabelecida, foi que o canal começou a exibir os primeiros programas locais, de cunho educativo e telejornais. É parceira da TV Brasil e atualmente faz parte da Empresa Pernambuco de Comunicação (EPC), empresa pública criada por lei estadual com a finalidade de prestar serviço de radiodifusão pernambucana.

    Com 70 retransmissoras espalhadas pelo Estado e com a digitalização que ocorreu nos últimos meses no Recife, em Petrolina e Caruaru, a EPC/TVPE é estratégica para a difusão da produção independente e/ou financiada por fundos públicos de incentivo como o Funcultura/FUNDARPE, Fundo Setorial do Audiovisual – FSA/ANCINE e outros editais.

     

    Leia Mais
  • TV Pernambuco inicia comemorações dos 35 anos neste domingo (15/09)

    13 setembro 2019
    62 Views
    Comments are off for this post

    Abertura das comemorações dos 35 anos da TVPE terá show do projeto Reverbo com transmissão ao vivo a partir das 16h

     

    Para marcar os 35 anos da TV Pernambuco, a Empresa Pernambuco de Comunicação (EPC) inicia neste domingo (15/09), a partir das 16h, a comemoração em grande estilo com show e lançamento da nova programação. O auditório da nova sede da emissora em Caruaru (Av. Dalton Santos, 319 – Bairro: São Francisco) vai virar palco para os artistas do projeto Reverbo, que reúne compositores e cantores de Pernambuco. Os ingressos são gratuitos e distribuídos uma hora antes do evento, sujeito a lotação do local. A apresentação será transmitida ao vivo das 16h às 21h na tela da TVPE, e pela internet (Facebook e YouTube).

    O cantor e compositor Onildo Almeida, autor da canção imortalizada por Luiz Gonzaga “A Feira de Caruaru”, fará participação especial com os músicos do Reverbo. Após a transmissão, haverá a exibição do longa-metragem “Onildo Almeida – Groove Man”, de Hélder Lopes e Cláudio Bezerra. O show é realizado pela EPC em parceria com a Frei Caneca FM, que também fará transmissão online pelas redes sociais, e Anilina Produções.

    O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, endossou a importância da TV Pernambuco para a cultura do estado, destacando o compromisso da TV pública na divulgação da diversidade cultural do Estado.

    “Estamos iniciando a comemoração dos 35 anos do aniversário da nossa TV Pernambuco, a emissora pública do nosso Estado. Ela vem cumprindo uma função social de valor inestimável. Através dela, a arte, a cultura e o desenvolvimento econômico de Pernambuco são difundidos para a população. Nesses 35 anos, os pernambucanos se sentem ainda mais pernambucanos quando estão sintonizados nela. Em nossa gestão na SECTI, trabalhamos diariamente para fortalecê-la, fazendo com que o seu alcance à sociedade seja ainda maior”, disse o secretário parabenizando a todos que fizeram e fazem a TV Pernambuco nesses 35 anos.

    “A TVPE é um valioso e importante patrimônio do povo pernambucano, ao longo desses 35 anos prestou relevante serviço de comunicação e vem se reinventando para acompanhar as transformações da área e ofertar ainda mais possibilidades de acesso à informação honesta ao público de nosso estado, respeitando e propagando o direito à comunicação. A ‘plataforma’ de celebrações #TVPE35Anos vai ser lançada com esse grande show do Reverbo e com a ampliação de produtos pernambucanos e regionais na tela da TVPE”, explica Gustavo Almeida, Diretor-presidente da EPC/TVPE.

    Juliano Holanda, Gabi da Pele Preta, Igor de Carvalho, Almério, Flaira Ferro e Isadora Melo são alguns dos nomes que sobem ao palco, entre os 20 artistas que fazem parte do Reverbo. “Viemos, em nossa maioria, do interior do Estado: Goiana, Caruaru, Altinho, Santa Cruz, Serra Talhada, Garanhuns, Bem querer, Arcoverde e outras mais. É nossa resposta, nossa busca por diálogo, sobrevivência e aprendizado. Estamos aí há muitos anos, trabalhando, esculpindo, lapidando nossa arte. Há muito de poético no fato de estarmos indo nos apresentar em Caruaru. O Reverbo é música-artesanato. Chegar agora à TV, unidos, férteis e em bando, diz muito da nossa caminhada”, conta o compositor Juliano Holanda.

    Com músicas autorais, intérpretes e compositores revezam as performances com a assistência de um violão. Muitos deles, inclusive, já passaram pelos estúdios da TVPE durante a gravação do #TVPEnoAR. A ocasião também marca o lançamento da nova programação da TV, que contará com faixas exclusivas de conteúdo pernambucano de audiovisual, programas infantis e entrevistas. Os novos programas serão divulgados no Portal EPC (https://portalepc.com.br).

    Sobre a EPC/TVPE

    Até 1988, a TVPE se chamava TV Tropical. Entrou no ar em 1984 e foi a primeira geradora de TV no interior do Estado. Depois de um ano de estabelecida, foi que o canal começou a exibir os primeiros programas locais, de cunho educativo e telejornais. É parceira da TV Brasil e atualmente faz parte da Empresa Pernambuco de Comunicação (EPC), empresa pública criada por lei estadual com a finalidade de prestar serviço de radiodifusão pernambucana.

    Com 70 retransmissoras espalhadas pelo Estado e com a digitalização que ocorreu nos últimos meses no Recife, em Petrolina e Caruaru, a EPC/TVPE é estratégica para a difusão da produção independente e/ou financiada por fundos públicos de incentivo como o Funcultura/FUNDARPE, Fundo Setorial do Audiovisual – FSA/ANCINE e outros editais.

    Leia Mais
  • RePEPE é apresentada em Workshop da RNP

    12 setembro 2019
    46 Views
    Comments are off for this post

    O modelo de negócio da Rede Pernambucana de Pesquisa e Educação (RePEPE), baseado em parcerias e contrapartidas, foi apresentado pelo secretário-executivo de CT&I, Leonildo Sales, na tarde desta quinta-feira (12/09), no auditório do Instituto de Tecnologia de Pernambuco – Itep, durante o I Workshop de Tecnologia de Redes em Pernambuco, promovido pela Rede Nacional de Pesquisa – RNP.

    Leonildo  apresentou as etapas concluídas da RePEPE, e destacou o papel da rede para beneficiar, em todo território de Pernambuco, centros de pesquisa e ensino, e unidades de saúde. Através de um backbone (linha de transmissão) de 1.175 Km, ao longo de todo estado, a RePEPE vai levar internet banda larga de alta performance (1 a 10 Gigabytes), chegando a 20 cidades até final deste ano. A rede tem potencial para alcançar mais de 400 entidades. O diferencial do modelo de implantação da Repepe está baseado em parcerias público-privadas voluntárias, propiciando, inclusive, a redução de custos e o compartilhamento de benefícios. O convênio conta a parceria da Celpe e da RNP.

    Os Workshops de Tecnologias de Redes – WTRs são eventos regionais para troca de conhecimento, cursos de capacitação e disseminação de tecnologias para o ambiente acadêmico. O evento teve início no último dia 10/09 e contou com a presença de representantes da RNP, gestores e equipes técnicas da área de TIC das principais instituições públicas e privadas de ensino e pesquisa do estado de Pernambuco.

     

    Leia Mais
  • Oficina de Inovação é realizada pela Facepe

    12 setembro 2019
    60 Views
    Comments are off for this post

    Lúcia Melo e Abraham Sicsú, ex-secretária de C&T e ex-presidente do órgão, respectivamente, foram os palestrantes da iniciativa

    Foi com o intuito de discutir inovação – conceito e ações para o desenvolvimento do estado, que a Fundação de Amparo à Ciência e a Tecnologia (Facepe) realizou a Oficina de Inovação nesta quinta-feira (12). A iniciativa, que teve como palestrantes a ex-secretária de C&T, Lúcia Melo, e o ex-presidente do órgão, Abraham Sicsú, aconteceu na sede da Facepe, na Madalena, e contou com a presença do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, e de parte da equipe da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O atual presidente da Facepe, Fernando Jucá, também esteve presente.

    “A troca de experiência é fundamental para o fortalecimento das ações. Por mais avanços que a gente tenha conquistado, muita coisa ainda precisa ser feita e, por isso, nada melhor do que a união para fortalecer nossas buscas e oportunidades”, disse Lessa.

    Na ocasião, Sicsú destacou a importância da Facepe para o futuro do Estado de Pernambuco. “Sempre apoiamos ações de inovação. Para se ter uma ideia, em 10 anos, a gente conseguiu amparar cerca de 170 projetos e, muito deles, bastante conhecidos a exemplo do Parqtel”, enfatizou, ao frisar que, a Facepe sempre foi o meio mais eficaz de viabilizar programas de políticas públicas.

    Já a ex-secretária de C&T, Lúcia Melo, afirmou que a inovação não tem regra e nem modelo único e que está sempre em estudo. “A Facepe é de grande importância não somente para a comunidade acadêmica, mas, também, para a sociedade porque ela é a visão de futuro, qualidade e sobriedade das pesquisas de inovação que, para se sobressair, precisa não somente da Facepe, mas dos laboratórios, universidades, empresas e do setor social”, ponderou Lúcia, ao finalizar que, o desafio agora é ser uma competência local com uma visão geral.

    Facepe – Tem a missão de promover a Ciência, Tecnologia e Inovação em Pernambuco, por meio do fomento à pesquisa, processos e produtos inovadores, visando o desenvolvimento do Estado, da comunidade científica, do setor empresarial e da sociedade.

    Leia Mais
  • Primeiro de oito novos Telecentros é inaugurado no Alto do Pascoal

    9 setembro 2019
    98 Views
    Comments are off for this post

    O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, acompanhado da governadora em exercício Luciana Santos, e do secretário estadual de educação em exercício, João Charamba, inaugurou, na manhã desta segunda-feira (09.09), o Telecentro do Alto do Pascoal, na Escola Estadual Rotary. O equipamento é um dos 33 que estão/serão instalados no Estado. A iniciativa recebeu investimento de R$ 1,1 milhão, por meio de parceria entre Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) e o Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Esta é a segunda etapa do projeto. Após a criação de 25 unidades, o bom uso do recursos possibilitou a implementação de mais oito Telecentros.

    Voltados para a inclusão digital, os espaços oferecem cursos básicos de informática. A população das comunidades em que estão instalados os Telecentros tem livre acesso à internet. Além do aprendizado, a ação busca contribuir para o desenvolvimento sustentável local.

    Na ótica de Aluísio Lessa, os Telecentros facilitam o acesso à informação e impulsionam a articulação de grupos e entidades locais, que passarão a contar com uma ferramenta de grande suporte. “A ação não beneficia somente os alunos, como também jovens, adultos e idosos moradores da comunidade que abriga a unidade de ensino. Os Telecentros ampliam o nível de conhecimento e informação do povo”, declarou.

    Autora da emenda parlamentar, no período em que era deputada federal, que possibilitou a ação, Luciana destacou a importância da iniciativa. “O governador Paulo Câmara trata educação como prioridade. Os Telecentros se somam aos esforços do Governo do Estado em manter Pernambuco com a melhor educação pública do Brasil, declarou.

    Cada unidade é equipada com computadores (Servidor e Estações de Trabalho), roteador, impressora multifuncional, switch, projetor multimídia, câmara IP, tela de projeção, televisor de 42 polegadas, ar condicionado split, armário, mesas e cadeiras.

    Leia Mais