Aluísio Lessa lança os programas Centelha e PITEC

5 julho 2019
222 Views
Comments are off for this post

Durante o encerramento da 23ª Jornada de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe), que aconteceu no auditório do Centro de Tecnologia e Geociências (CTG) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na tarde desta sexta-feira (05.07), o Secretário Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Aluísio Lessa, lançou oficialmente os programas Centelha e PITEC, de incentivo à capacitação de mão de obra e ao empreendedorismo na área de Ciência, Tecnologia e Inovação em Pernambuco.

O Programa Centelha é voltado para criar de empreendimentos inovadores e impulsionar a cultura empreendedora no Brasil. O programa vai oferecer capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso. A iniciativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, através da Finep, em parceria com CNPq e o Confap, e operada pela Fundação CERTI.

O Programa de Apoio a Parcerias para Inovação Tecnológica e Formação Qualificada (PITEC) é destinado a projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação e programas de formação de recursos humanos altamente qualificados, realizados em parceria entre empresas e instituições científicas e tecnológicas ou de ensino superior, situadas em Pernambuco.

O Centelha vai selecionar 28 projetos de R$ 60 mil cada. O PITEC tem orçamento de R$ 2 milhões, sendo R$ 1 milhão de recursos do Estado e R$ 1 milhão de contrapartida da iniciativa privada em projetos que têm de ser executados em parceria com uma instituição de ensino superior ou um instituto de Ciência e Tecnologia.

Para Aluísio Lessa, tanto o Centelha quanto o PITEC são ações de enorme impacto e que vão consolidar a grandeza do Ecossistema de Inovação de Pernambuco. “Os programas formam um elo sólido entre o poder público, o setor privado e as universidades. Serão investidos quase 4 milhões em capacitação profissional e empreendedorismo. Se Pernambuco já é referência em CT&I, tende a se consolidar como o Vale do Silício brasileiro com estas ações”, declarou.