A Secti participa de Missão Técnica do Projeto INNOV-AL na Europa

13 novembro 2018
89 Views
Comments are off for this post

 

Profissionais estão no Leste Europeu para trocar experiência

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), através da Diretora de Políticas e Articulação, Luciana Távora, está participando da Missão Técnica do Projeto INNOV-AL Brasil, no Leste Europeu, junto com representantes dos estados do Paraná e Pará. Durante a agenda, estão sendo visitadas Instituições de Ciência e Tecnologia e órgãos do governo da Polônia, Romênia e Hungria. A iniciativa, que teve início no último dia 04 deste mês, segue até o próximo sábado (17).

Além de apresentar a Estratégia de Ciência, Tecnologia para Pernambuco 2017-2022 (ECT&I-PE) e o Sistema Pernambucano de Inovação, Távora ainda busca articulações para o setor de vitivinicultura do Estado e a região de Tolna County na Hungria (indicada pelo projeto para dialogar com Pernambuco), contando com a participação de Flavio França da EMBRAPA Semiárido e Claudia Neves do LABTOX/ITEP.

O objetivo da Missão é aproximar o estado de Pernambuco e a Hungria, com suas respectivas Instituições de Ciência e Tecnologia, para promover a troca de experiências e boas práticas das políticas de desenvolvimento regional com base em inovação e a cooperação para pesquisas e difusão de tecnologias no setor de vitivinicultura.

INNOV – AL/ Brasil – É uma iniciativa da União Europeia, com financiamento da Direção-Geral da Política Regional e Urbana (DGREGIO) da Comissão Europeia com objetivo de apoiar a disseminação e a troca de experiência e boas práticas das políticas descentralizadas de inovação e de especialização inteligente em nível regional da Europa com o Brasil. Assim foram selecionados três estados brasileiros, cada qual indicando um setor econômico para estudo de caso: Pará (cacau), Paraná (tecnologia da informação) e Pernambuco (vitivinicultura) e três regiões parceiras na Europa, Polônia, Romênia e Hungria, respectivamente. A previsão de término do Projeto é em março de 2019.