Programa Pró-Startups reúne empresas pernambucanas para apresentação de Protótipos

by Ailton Pedroza
1 semana ago
67 Views

Programa Pró-Startups reúne empresas pernambucanas para apresentação de Protótipos

Os projetos são nas áreas de Agritech, Healthtech, Indústria 4.0 e Governos Inteligentes

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Tecnologia de Pernambuco (Facepe) vão realizar no próximo dia 20 de maio, às 9h, no auditório da Secti (Rua Vital de Oliveira, Nº 32, Bairro do Recife), com transmissão ao vivo pelo youtube, a apresentação de soluções tecnológicas de startups pernambucanas participantes do Programa Pró-Startups. Serão apresentadas 24 soluções, desenvolvidas por 22 startups, em pitches de 5 minutos, dentro das temáticas de Agritech, Healthtech, Indústria 4.0, e Governos Inteligentes. Nessa primeira fase cada Startup recebeu R$ 25 mil.

O PróStartups funciona como um campeonato com fases eliminatórias: a cada rodada, as melhores empresas de determinado eixo temático passam de fase e recebem os recursos do Governo do Estado. Os melhores projetos são contemplados com recursos por cada etapa vencida. O investimento total de R$ 2 milhões.

A apresentação desses projetos encerra a primeira fase do programa, onde as Startups desenvolvem a ideação da solução e a construção do MVP (Minimum Viable Product, em português Mínimo Produto Viável). Durante a apresentação será apresentada a equipe, a descrição do desafio e do MVP, características inovadoras da solução, tecnologias usadas, riscos, requisitos e barreiras à aplicação e impacto esperado. Espera-se apoiar até 20 startups na 2ª fase do edital, com mais R$ 25 mil para cada uma, condicionado à aprovação e classificação dos respectivos MVP’s apresentados.

Na terceira fase do programa serão aprovados 10 projetos, onde o montante investido pode chegar até R$ 45 mil, proporcionando um investimento total de até R$ 95 mil por projeto, em todo processo de desenvolvimento das soluções tecnológicas.

Segundo o diretor de Estratégias e Ambiente Legal para Inovação da Secti, Hugo Medeiros, as políticas públicas específicas para Startups estaduais são importantes, pois permitem o amadurecimento dessas jovens empresas de base tecnológica, promovendo maior segurança, antes de alcançarem maiores patamares. “No caso específico do Pró-Startups tivemos um adicional, que foi a criação de soluções para desafios já mapeados, desafios que são importantes para os diferentes ecossistemas selecionados para esse primeiro edital”, complementou.

O PróStartups é uma política pública pioneira, estruturada para apoiar as empresas de base tecnológica pernambucanas em todas as etapas dos seus ciclos de vida. Um projeto conjunto da Secti, AGE e Facepe, que utilizar recursos do Fundo Inovar.