Secti e Facepe publicam Edital do Programa de Extensão Tecnológica (PET)

by Ailton Pedroza
1 mês ago
433 Views

Secti e Facepe publicam Edital do Programa de Extensão Tecnológica (PET)

O PET é o primeiro projeto do programa Forma.AI, lançado recentemente pelo Governo de Pernambuco, e vai beneficiar 6.710 pessoas

O Programa de Extensão Tecnológica – PET, primeiro projeto do Forma.AI, maior política pública da história de Pernambuco de formação nas habilidades de futuro, já está com edital publicado pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), em parceria com a Secretaria de Ciência, tecnologia e Inovação de Pernambuco (Secti-PE). Os pesquisadores interessados devem realizar a submissão de propostas até o dia 30 de julho de 2021. Os formulários eletrônicos estão disponíveis no sistema AgilFAP da Facepe e o edital completo está disponível em: https://bit.ly/3gLO43I.

Serão beneficiadas, até o final do ano, 6.710 pessoas, em um investimento com recursos estaduais da ordem de R$ 2,6 milhões em Bolsas de Cooperação Técnica (BCT) para professores e alunos. Desse total, 30%, no mínimo, será destinado para regiões de desenvolvimento do interior do Estado.

O PET é voltado para estudantes de graduação de Instituições de Ensino Superior (IES) de Pernambuco e de Ensino Técnico e Médio nas Escolas Técnicas Estaduais (ETEs) e Escolas de Referência de Ensino Médio (EREMs), juntamente com empresas das cadeias produtivas de maior participação no Produto Interno Bruto (PIB) do Estado.

O projeto é pioneiro ao promover a integração entre academia e empresas na formação em larga escala de estudantes das áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharias, Matemática e Computação (STEM+C).

A ideia é que os estudantes aprendam novas competências atuando diretamente na resolução de desafios reais das empresas, sendo, assim, formados em atividades exigidas pelo mercado atualmente e complementares à grade curricular dos seus cursos.

Serão promovidas jornadas de formação de 4 meses de duração. A primeira etapa, com turmas de até 50 alunos. E em uma segunda fase, com um grupo menor de 10 estudantes selecionados que participará de atividades de extensão tecnológica nas empresas envolvidas em cada módulo.