Pesquisa financiada pela Facepe para diagnóstico da Covid-19 recebe prêmio internacional 

by Ailton Pedroza
1 mês ago
60 Views

Pesquisa financiada pela Facepe para diagnóstico da Covid-19 recebe prêmio internacional 

A pesquisa desenvolveu um método para realizar diagnóstico da covid-19 através de biossensores flexíveis nanoestruturados

Com investimentos da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), órgão ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a pesquisa Biossensor Nanotecnológico para Covid-19, desenvolvida pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), obteve o prêmio de melhor trabalho na II International Conference of Nanoscience and Nanobiotechnology.

A pesquisa, orientada por Cesar Andrade, que além de diretor de políticas de CT&I e competitividade da Secti é, também, professor da UFPE, contou com a parceria da professora Danielly Oliveira, com quem Andrade divide a coordenação do Laboratório de Biodispositivos Nanoestruturados (BioNano), do Departamento de Bioquímica do Centro de Biociências da UFPE.

O trabalho foi o desenvolvimento de um biossensor flexível nanoestruturado próprio para o diagnóstico clínico da infecção por SARSCoV-2. O dispositivo eletroquímico exibiu atrativas características analíticas, tal como elevada sensibilidade, seletividade e especificidade.

Segundo César, a partir do uso do biossensor em testes rápidos com amostras biológicas, foi possível obter um diagnóstico diferencial para pacientes em fase inicial, intermediária e tardia da infecção viral em apenas 15 minutos. “O biossensor continua sendo aplicado em ensaios laboratoriais para validação de sua performance de diagnóstico e aprimorado em conjunto com empresas para se tornar acessível a uma maior parcela da população”, afirma.

O estudo contou com a colaboração técnica e científica dos pesquisadores do BioNano Giselle Santos, Isaac Morales e Alberto Galdino, além da participação dos pesquisadores professoras Maíra Pitta, Michelly Pereira, Breno Caldas e Abdelhamid Errachid (Institut des Sciences Analytiques da Université Claude Bernard Lyon 1).

Os autores ressaltaram que, diante do cenário de pandemia causada pela infecção humana por SARS-CoV-2, a projeção de novas tecnologias para a identificação genética do retrovírus é essencial. Por esta razão, o grupo de pesquisa BioNano vem buscando veementemente soluções tecnológicas para problemas na área da saúde relacionadas à Covid-19.