Secti lança relatório das ações de apoio ao combate da covid-19 em Pernambuco

by Ailton Pedroza
4 meses ago
638 Views

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) lançou nesta quarta-feira(20/05) o relatório das ações de apoio no enfrentamento da covid-19 em Pernambuco. A publicação traz uma compilação das ações desenvolvidas pela Secti e seus órgãos vinculados (Espaço Ciência, UPE, Facepe, Parqtel e TVPE) no período de março e abril deste ano.

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação através de suas diretorias e equipe técnica especializada tem desenvolvido ações de enfrentamento e minimização dos impactos negativos dessa pandemia, assim como vem apoiando diferentes instituições em todo o estado de Pernambuco.

Entre as ações está a criação do hotsite “CT&I para o enfrentamento do COVID-19”. Trata-se de um ambiente destinado a fornecer informações cientificas sobre CT&I para o público em geral, pesquisadores, colaboradores e profissionais de saúde acerca da pandemia do Coronavírus (COVID-19), fruto de uma ação conjunta entre a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação e Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de PE. O hotsite está disponível no link: www.secti.pe.gov.br/coronavirus

Destaque também para a criação Comitê Técnico de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação para o enfrentamento do novo coronavírus para dar suporte ao governo na priorização, seleção e monitoramento das iniciativas de soluções tecnológicas com vistas a sua viabilidade técnica, maturidade, importância, impacto, custo e capacidade de escala no atendimento das necessidades da Secretaria de Saúde.

Participam deste Comitê consultivo a Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação – Secti, Secretaria de Saúde – SES, Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, Universidade de Pernambuco – UPE, Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco – Facepe, a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco – AD-Diper, o Centro de Estudos Avançados do Recife – C.E.S.A.R, a Academia Pernambucana de Ciência e o Instituto Ageu Magalhães. Representantes de outros órgãos ou entidades, centros de pesquisa, hospitais da rede pública e particular e as entidades da sociedade civil, também foram convidados para colaborar.

O relatório, com todas as ações, pode ser conferido na íntegra neste link.