Facepe Lança a segunda edição da Revista Inovação & Desenvolvimento

by Ailton Pedroza
4 semanas ago
65 Views

A revista “Inovação & Desenvolvimento” tem por objetivo mostrar resultados concretos de avanços em P&D, realizados em Pernambuco, que contribuíram para uma melhoria das condições socioambientais e econômicas do estado.

Nessa direção, após um primeiro número comemorativo, em que se procurou analisar a trajetória da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco, fez-se uma programação para o ano de 2020 em que se procura conhecer mais setores estratégicos. Uma agenda em que se pretende publicar três números. O primeiro sobre os Parques Tecnológicos, o segundo sobre os avanços na área de Doenças Negligenciadas, finalizando com um sobre a Agricultura.

A Teoria da Inovação mostra que nem sempre se conseguem os resultados esperados, mas, ao conseguir, os resultados mais que justificam os investimentos realizados. Este primeiro número do ano, sem dúvida, é um exemplo claro disso.

Nas décadas de 80 e 90, a concepção e criação de Habitats de Inovação era apontada como a principal meta para um desenvolvimento mais sustentável. Nessa direção, muitas incubadoras foram criadas e vários Parques Tecnológicos concebidos. Em Pernambuco, já em 1990, é criada a primeira Incubadora de Empresas de Base Tecnológica no Instituto Tecnológico – ITEP.

Nos anos 2000, muito se avança em termos de desenvolvimento do estado, com a consolidação do Complexo Portuário de Suape e com a instalação dos polos Automotivo de Goiana, do Naval (também Suape) e indústrias mais tecnificadas.

Esse ambiente permite um pensar mais aprofundado na área de Parques Tecnológicos e quatro são concebidos. Conseguiram se consolidar dois, o Porto Digital e o Parqtel. Infelizmente, a crise e a saída de algumas empresas fizeram com que dois, o Metalmecânico e o Farmacêutico não fossem muito adiante.

O Porto Digital é um exemplo de empreendimento que foi crescendo em seus objetivos e em sua dimensão. Evidentemente, teve percalços no caminho e novos desafios terá que enfrentar, mas é apontado como um exemplo exitoso no País e fora de nossas fronteiras. Os resultados são facilmente perceptíveis.

O Parqtel teve inúmeras reformulações. De um período em que praticamente estava desacreditado, conseguiu se reformular e apresenta um potencial bastante sólido em anos recentes.

Nesta edição, procuramos entender um pouco mais como a investigação e o desenvolvimento tecnológico deram, e continuarão dando, maior solidez a esses dois empreendimentos fundamentais para um melhor futuro de nossa sociedade.

Trazemos ainda uma novidade. Uma seção que trata da atualidade da Inovação no Brasil. Um artigo do Secretário Nacional de Inovação, alguns eventos importantes programados, indicações de leituras de textos recentes sobre o tema. A ideia é permitir ao leitor melhor posicionamento do que ocorre no setor de Inovação no País.

Antes de encerrar este editorial, vale um adendo ao segundo tema a ser abordado por I&D em 2020. Estávamos na fase de edição deste segundo número quando a humanidade foi surpreendida pela Pandemia da Covid-19. Em questão de dias, todos os aspectos da vida foram permeados pelo novo coronavírus.

Em meio a tantas questões de um debate complexo, que envolve negacionismos, dilemas falaciosos Saúde x Economia, entre outros, eis que a busca por uma solução à doença desperta uma atenção urgente e necessária às descobertas científicas, à pesquisa de qualidade e aos avanços tecnológicos inerentes à sobrevivência humana. Por isso, resolvemos trazer, já nesta Edição Nº 02, dois textos de cientistas sobre a Pandemia. Chamamos o leitor a participar dessa discussão na próxima edição de I&D, mas por ora convidamos a fazer um passeio revelador pelos Parques Tecnológicos de Pernambuco.

Desejamos boa leitura. Clique no link abaixo para ter acesso à revista.

Revista Inovação & Desenvolvimento Nº2 – versão final