Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação é homenageada no I Simpósio de Gestão Pública dos Gestores Governamentais do Estado de Pernambuco

by Marta Maranhão
2 anos ago
786 Views

Foto: Douglas Fagner

Evento comemorou os 10 anos de carreira dos gestores governamentais

A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, foi homenageada nesta terça-feira (19), durante a realização do I Simpósio de Gestão Pública dos Gestores Governamentais do Estado de Pernambuco – Inovação e Excelência na Gestão Pública. A iniciativa, que comemorou os 10 anos de carreira dos gestores governamentais de Pernambuco, aconteceu no auditório do JCPM, no Pina. Além de Lúcia, foram homenageados pela contribuição ao fortalecimento da categoria o deputado federal, Danilo Cabral e o secretário estadual de educação, Fred Amâncio, ambos ex-secretarios de Planejamento e Gestão, além do vereador do Recife, Renato Antunes.

A secretária ressaltou o momento de transformações e novos desafios que o mundo está passando. “Estamos vivendo uma profunda transformação tecnológica e digital com impacto severo nos empregos e, consequentemente, na forma de se trabalhar. Por isso, é de fundamental importância investir na qualificação humana para que os profissionais possam acompanhar os novos desafios e transformações”, disse Lúcia, ao parabenizar os gestores governamentais

Durante o evento, realizado pelo Sindicato dos Gestores Governamentais de Pernambuco (Sindgestor/PE), os presentes assistiram a uma palestra da economista Tânia Bacelar sobre os desafios e oportunidades da gestão pública no cenário nacional e em Pernambuco e, posteriormente, Alex Canuto, presidente da Associação Nacional dos Especialistas em Políticas e Gestão Governamental, falou sobre a influência dos gestores governamentais nas políticas públicas.

Gestores governamentais – A carreira de gestores governamentais é composta por servidores públicos concursados que atuam através de três especialidades: Administrativa, Controle Interno e Planejamento, Orçamento e Gestão, respectivamente, ligadas às Secretarias de Administração (SAD), Controladoria Geral do Estado (SCGE) e Planejamento e Gestão (Seplag). Os gestores trabalham na implantação de melhorias no modelo de gestão, desenvolvendo projetos e ações que visam a qualidade do gasto de dinheiro público com eficiência e a entrega de melhores serviços à população pernambucana.

A categoria foi criada em 2008, através de leis complementares 117, 118 e 119, por uma iniciativa do governador Eduardo Campos. São eles quem no Poder Executivo planejam as políticas públicas e elaboram o orçamento; projetam estudos e cenários; monitoram e avaliam as ações de governo; desenvolvem programas que implicam níveis elevados de dificuldade; prestam apoio técnico na elaboração dos Planos Plurianuais e Anuais; fiscalizam pessoas físicas e jurídicas, de direito público e privado, que recebam, mantenham ou façam uso de valores e de bens do Estado; verificam o cumprimento dos contratos, convênios e acordos em conformidade com as normas e princípios administrativos, entre outras muitas atividades.