• Facepe realiza jornada científica do PIBIC

    31 maio 2018
    404 Views
    Comments are off for this post

    Evento tem início na terça-feira (05), na UFPE, com a participação de bolsistas e professores  

    A partir da próxima terça-feira (05), terá início a Jornada científica do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). O evento, uma realização da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), instituição vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), segue até a próxima sexta-feira (08), no auditório Professor Newton da Silva Maia, no Centro de Tecnologia e Geociências (CTG), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

    Como o tema “Cinquentenário da Pedagogia do Oprimido”, a iniciativa contará com a participação de professores e alunos bolsistas que, na ocasião, deverão apresentar trabalhos científicos referentes às pesquisas desenvolvidas.

    O objetivo é unir diferentes profissionais, convidados renomados e referência na área para que eles possam apresentar suas visões sobre pesquisas. Serão discutidas as dificuldades e as exigências da pesquisa, objetivando a obtenção e publicação dos resultados.

    A ideia é que a jornada acabe por proporcionar oportunidades para que os profissionais envolvidos possam debater temas próprios de pesquisa, melhorando, assim, o campo de coleta de dados e, por fim, favorecendo a integração da comunidade científica.

    Durante a abertura do evento, a Profª Dra. Maria Eliete Santiago, da UFPE, irá proferir uma palestra sobre “O pensamento pedagógico de Paulo Freire e contribuições para a educação e a sociedade”. Já na sexta-feira (08), último dia da ação, o Prof. Dr. Flávio Henrique Albert Brayner, também da UFPE, fará o encerramento do encontro com uma palestra sobre “Atualidade e limites do pensamento de Paulo Freire”.

    Aos trabalhos vencedores apresentados durante os dias do evento serão concedidos 02 (dois) prêmios para cada uma das seguintes áreas: Ciências Agrária, Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Exatas, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e Engenharias.

    Confira a programação completa aqui

    Leia Mais
  • Errata: Chamada pública contínua para submissão de projetos de inovação tecnológicas no Parqtel

    31 maio 2018
    1471 Views
    Comments are off for this post

    SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
    ERRATA – CHAMADA PÚBLICA 003/2017 – SECTI

    Considerando o Edital da Chamada Pública 003/2017, referente seleção de projetos de Inovação Tecnológica para o Programa Incubadora do Parqtel (INBARCATEL), publicada no DOE em 06/01/2018, no item 7.4, onde se lê:

    f) Declaração de que nenhum dos dirigentes da instituição proponente: gerentes ou diretores sejam servidores públicos.

    Leia-se:
    f) Declaração de que nenhum dos dirigentes da instituição proponente: gerentes ou diretores sejam servidores públicos, dispensada nas hipóteses de empresas públicas, instituições de Ciência e Tecnologia Públicas e demais instituições brasileiras públicas e congêneres.

    Carmelo Bastos
    Cientista-chefe do Parqtel

     

    Confira aqui o edital:

    Notícias relacionadas:

    Parqtel abre chamada pública contínua para submissão de projetos de inovação tecnológica

    Leia Mais
  • Semana do Meio Ambiente no Espaço Ciência tem mais de dez oficinas e muitas atrações, a partir de segunda (4)

    30 maio 2018
    819 Views
    Comments are off for this post

    A poluição plástica é o mote da programação da Semana do Meio Ambiente no Espaço Ciência. De segunda a sexta (4 a 8), são mais de dez oficinas, além das atrações permanentes e de atividades oferecidas pelos parceiros. Entre os destaques, está o retorno do VEGCiência, demonstrações culinárias com alimentação saudável, promovido pela Faculdade Santa Helena e SVB-Recife (Sociedade Vegetariana Brasileira).

    Entre as atrações permanentes, é possível visitar a Trilha Ecológica, conhecer o Observatório de Aves e fazer um passeio no barco movido à energia solar pelo espelho d’água ou pelo manguezal. Uma novidade é o Espaço Agroecológico, fruto de parceria entre o Espaço Ciência e o SERTA – Serviço de Tecnologias Alternativas. No local, os visitantes poderão perceber como o manejo integrado de diferentes culturas favorece uma plantação livre de agrotóxicos e fertilizantes.

    A reutilização de material plástico é objeto de várias oficinas: para confecção de bijuterias, de artesanato, de pequenas hortas e de objetos para decoração de interiores, como poltronas, cortinas e quadros.

    Com a participação em diversos experimentos, os visitantes poderão entender a poluição das águas; os impactos do derramamento de óleo no ambiente;  ou a queima de resíduos plásticos.  Poderão, ainda, construir barcos para descobrir sobre as diversas fontes de energia ou realizar a análise das águas do Manguezal Chico Science.

    A música e biografia de Chico Science também são tema de uma oficina, que relaciona sua história ao ecossistema do mangue. Outra atividade convida o público a participar de uma peça interativa no qual cada um se transforma nos personagens.

    A Semana do Meio Ambiente está sendo realizada com apoio de vários parceiros. A indústria ASA, por exemplo, terá jogos que estimulam a reciclagem do óleo de cozinha. O Espaço Ciência é, inclusive, ponto de coleta de óleo usado para reciclagem. Diversas atividades também estarão sendo realizadas pelo projeto InCentífico, da UFPE.

    Também são parceiros a Secretaria de Meio Ambiente do Recife, Planeta Limpo, Serta – Serviço de Tecnologia Alternativa, CPRH, Escola Técnica Soares Dutra e Comunidade Pequenos Profetas – Telhado Verde.

    CONFIRA A PROGRAMAÇÃO DE OFICINAS

    VEGCiência – Como parte da programação da Semana, a Faculdade Santa Helena e SVB-Recife promovem mais uma edição do VEGCiência no Museu. A cada dia, um nutricionista oferece uma demonstração culinária diferente. É o caso da empadinha de mangará,  Alice Elihimas; dos leites e iogurtes artesanais, de Ana Paula Magalhães; da torta de acarajé com recheio de PANC, de Dhuzati; e do brownie sem glúten com calda de acerola, de Arthur e Nana Barros.

    As demonstrações acontecem das 14h às 16:00h. Os interessados devem chegar com meia hora de antecedência e pegar uma senha na Recepção do Espaço Ciência.

    Confira as oficinas e faixas etárias:

    Plástico: um vilão na natureza? (Infantil, Fundamental 1 e 2): Peça interativa que demonstra os efeitos da poluição no ciclo da vida.

    Gincana Ecológica (Público geral): Jogo que trabalha a coleta e separação de resíduos

    Poluição Líquida (Fundamental 1 e 2): Por meio de experimento, é possível verificar efeitos do derramamento de óleo

    De Chico ao mangue (Fundamental 1 e 2): Oficina que relaciona a história e musicalidade de Chico Science ao ecossistema do mangue

    Pet na horta (Fundamental 1, 2 e Ensino Médio): Reciclagem de garrafa pet para plantação.

    Power Boats (Fundamental 1, 2 e Ensino Médio): Efeitos da poluição hídrica e uso de fontes de energia por meio da construção de barcos

    O que tem nessa água? (Público geral): Análise das águas do manguezal.

    Materiais não recicláveis, fazer o quê? (Infantil, Fundamental 1 e 2): Utilização de material plástico para artesanato

    Fumaça de plástico: o que causa? (Fundamental 2 e Ensino Médio): Experimento que mostra os efeitos da queima de plásticos

    Biodegradando Plástico (Público geral): O objetivo é construir um ambiente favorável para larvas e observar se elas conseguem degradar plástico

    Pet Biju (Fundamental 2 e Ensino Médio): Criação de bijuterias com a utilização de garrafas pets.

    Design de interiores sustentável (Fundamental 1, 2 e Ensino Médio): Reciclagem de garrafa pet para construção de poltronas, cortinas, quadros e outros objetos para a casa.

    Leia Mais
  • Secti se prepara para usar o Sistema Eletrônico de Informações

    30 maio 2018
    321 Views
    Comments are off for this post

    O uso do papel está com os dias contados na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Na manhã desta quarta-feira (30), a equipe da secretaria participou da primeira reunião de implementação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), ferramenta virtual que possibilita a produção, edição, assinatura e trâmite de documentos e processos dentro do próprio sistema. Após essa primeira reunião, uma equipe de multiplicadores fará um treinamento e a expectativa é que, a partir de agosto, todos os processos ocorram de forma eletrônica na Secti.

    A gerente técnica da Agência de Tecnologia da Informação (ATI) e gestora da implantação do SEI em Pernambuco, Vanessa Freitas Candido, destaca que a ferramenta é simples e não oferece dificuldades técnicas. “A principal dificuldade é mesmo a mudança de paradigma. É não iniciar ou dar sequência a nenhum processo no papel”, destacou, reforçando a otimização dos serviços e de tempo, além da economia, proporcionada pela digitalização.

    Instituído por meio da assinatura do governador Paulo Câmara ao Decreto Estadual 45. 157, de outubro de 2017, o SEI substituirá o Sistema Integrado de Gestão Pública do Governo de Pernambuco (Sigepe), que vem sendo utilizado no envio e recebimento de documentos, além do acompanhamento de processos entre os órgãos estaduais. A grande diferença é que, com o SEI, os documentos passam a ser criados dentro da ferramenta e não só incorporados ao sistema.

    Alinhada a todo o processo de transição digital, a Secti já vinha trabalhando com a meta de reduzir a burocratização e digitalizar seu acervo em outros sistemas. Agora, a partir da data que será definida para a virada, os trâmites passarão a ser inteiramente eletrônicos.

     

    Leia Mais
  • ITEP e Sebrae oferecem cursos para fabricação de laticínios em Garanhuns

    28 maio 2018
    307 Views
    Comments are off for this post

    Com o objetivo de qualificar a produção de laticínios e bebidas lácteas no Agreste de Pernambuco, o Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP) e o Sebrae promovem dois cursos de capacitação em Garanhuns no mês de junho. Os cursos têm carga horária de 32 horas e são voltados aos produtores da região e são realizados via Sebraetec com foco no aumento da produtividade, variedade e qualidade dos alimentos lácteos produzidos na região.

    Nos dias 01, 02, 08 e 09 de junho será promovido o curso “Fabricação de bebidas lácteas”, cujo conteúdo inclui a produção de bebidas lácteas com sabor de frutas, achocolatado, coalhada, sorvete, iogurte e também a fabricação de queijo prato com leite pasteurizado. Já nos dias 15, 16, 29 e 30 de junho será a vez do curso “Boas práticas de fabricação de laticínios”, que abordará as principais exigências legais do setor, segurança dos alimentos e principais perigos que envolvem o manuseio de laticínios.

    As aulas serão ministradas na sede do Centro Tecnológico de Laticínios, que conta com uma fábrica-escola para aplicação prática das atividades. “Pretendemos capacitar os participantes para que possam aumentar a oferta de produtos qualificados e seguros nos seus estabelecimentos, contribuindo para que possam conquistar novos mercados e novos clientes”, afirma Vânia Lemos, coordenadora de operações do CT Laticínios.

    São oferecidas 15 vagas para cada curso. O investimento é de R$104,00 por curso. O participante deverá ter bota antiderrapante na cor branca para uso nas atividades práticas. Os interessados em participar devem entrar em contato com a unidade do Sebrae em Garanhuns no telefone (87) 3221.3333.

    Serviço
    Curso Fabricação de bebidas lácteas
    Período: 01, 02, 8 e 09 de junho de 2018

    Curso Boas práticas de fabricação de laticínios

    Período: 15, 16, 29 e 30 de junho de 2018

    Horário:
    8h às 12h e 13 às 17h
    Local: CT Laticínios ? Av. Bom Pastor, s/n, bairro Mundaú ? Garanhuns
    Inscrições e mais informações: Sebrae Garanhuns – (87) 3221.3333.

    Leia Mais