• Nova diretoria da TV Pernambuco toma posse nesta quarta-feira, 1º de novembro

    31 outubro 2017
    610 Views
    Comments are off for this post

    A nova diretoria da Empresa Pernambuco de Comunicação – EPC/TV Pernambuco toma posse nesta quarta-feira (1º de novembro), em ato realizado no auditório da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, órgão estadual ao qual a TV pública está diretamente ligada. Gustavo Almeida assumirá a presidência da emissora e a diretoria de programação ficará sob a responsabilidade da jornalista Margarida Gomes, Já a gestão administrativa e financeira será conduzida por Evaldo Nunes.

    Os novos diretores chegam com a missão de dar seguimento ao processo de restruturação da TV pública que, entre outras coisas, deverá nos próximos meses realizar seleção de profissionais e aquisição de equipamentos para dar seguimento ao processo de digitalização das retransmissoras em todo território do estado. Atualmente a TV possui 73 pontos de retransmissão do sinal da TV com um alcance de 110 municípios.

    Desde 2013, a TV Pernambuco é gerida pela Empresa Pernambuco de Comunicação – EPC, empresa pública de radiodifusão do estado de Pernambuco, estruturada a partir de ampla discussão com a sociedade civil.

    Perfil dos diretores

    Gustavo Almeida é mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco e bacharel em Rádio e Televisão pela mesma universidade. Também possui formação profissional em Radialismo pela Escola Técnica Federal de Pernambuco, atual Instituto Federal.

    Tem larga experiência na área de Comunicação Social, atuando desde 1998 em televisão. Foi responsável pelo setor de Promoções da Programação da Rede Globo Nordeste, onde também trabalhou como coordenador de gravação e transmissão de eventos ao vivo, com destaque para transmissões esportivas e culturais. Na TV Jornal, emissora afiliada do SBT no Recife, foi coordenador-chefe dos departamentos de Produção e Programação e coordenador de Projetos Especiais

    Desde 2012, é servidor público federal como diretor de produção no Núcleo de TV e Rádios da UFPE, onde já foi coordenador responsável pelo setor de Programação da TV Universitária do Recife. Pesquisador, palestrante, ativo defensor da Comunicação Pública, Gustavo Almeida participa de fóruns de televisão pública no Brasil e em vários países.

    Guida Gomes é Jornalista, pela UFPE, onde cursou disciplinas modulares, no Programa de Pós-Graduação em Comunicação, na área de TV Digital. Atua na área da Comunicação Pública desde 2007, com passagens pela TV Universitária do Recife, onde contribuiu como editora chefe do Jornalismo. Na TV Pernambuco contribui desde 2010, na coordenação de equipes e projetos especiais. Cooperou em projetos de comunicação social, junto a entidades da sociedade civil organizada, e com conteúdos para o Canal Futura.

    Evaldo Nunes é Graduado em Administração pela UFPE e com especialização em Gestão Pública pela UFRPE. É servidor de Carreira da Secretaria de Administração do Estado de Pernambuco, Gestor Governamental desde janeiro de 2010 e já atuou como Gestor Técnico de Administração (2011 a 2013), Gerente de Projetos de Modernização Governamental (2014 a 2015) e Membro de Comissão na Central de Licitações do Estado (2015 até o momento).

    Leia Mais
  • Governo lança novo Programa de Acesso ao Ensino Superior

    30 outubro 2017
    744 Views
    Comments are off for this post

    A coordenação é da Facepe, órgão ligado à Secti

     

    A Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, acompanhou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, nesta segunda-feira (30), durante o lançamento do novo Programa de Acesso ao Ensino Superior. A solenidade, que aconteceu na sede da Escola de Referência em Ensino Médio Ginásio Pernambucano, localizado na Cruz Cabugá, contou com a participação de outros secretários e representantes de órgãos e instituições de ensino. O Programa é coordenado pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE), órgão ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

    Na ocasião, o chefe do executivo, destacou a importância da educação na vida dos jovens. “Desde a época de Eduardo Campos, sempre acreditamos que educação era, sim, o caminho para um futuro digno e melhor. Há 10 anos tínhamos a pior educação do país e, hoje, depois de muito foco e trabalho, somos os melhores. Diminuímos a taxa de evasão escolar e, além de já ter encaminhado mais de cinco mil alunos para fazer intercâmbio fora do país, temos o melhor Índice de Desenvolvimento do Brasil (Ideb)”, destacou Paulo Câmara, ao destacar que Pernambuco tem, sim, o melhor ensino do país.

    “Espero que vocês nunca desistam de se formar no padrão de excelência que o mundo moderno exige. Hoje vocês têm a oportunidade de trafegar no universo que vai preparar cada um para a vida e, esse universo, é justamente a pesquisa. Agarrem todas as oportunidades porque tenho certeza que será através delas que vocês terão acesso ao conhecimento e, consequentemente, a vida digna”, destacou Lúcia Melo.

    O Programa possui dois grandes eixos de ação: mobilizar a participação dos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e no exame do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) e apoiar financeiramente os estudantes de baixa renda da Rede Estadual de Educação após o ingresso no Ensino Superior das Redes Públicas Estadual e Federal. Para isso, serão ofertadas 1.000 (mil) bolsas para estudantes da Rede Pública Estadual de Educação, além de fortalecer o programa Bolsa de Incentivo Acadêmico (BIA).

    O pacote de ações que contempla o Programa vai desde o apoio à participação dos estudantes no ingresso ao ensino superior até o apoio financeiro. No caso do apoio financeiro, serão oferecidas duas bolsas: uma para manutenção e outra para apoio à permanência do estudante na instituição, podendo ser recebidas cumulativamente durante o primeiro ano da graduação. No primeiro ano o valor total da bolsa é de até R$ 950,00 e no segundo ano de R$ 400,00, pagos mensalmente ao estudante. A iniciativa pretende apoiar o estudante financeiramente para que possa arcar com despesas básicas no início do curso superior, especialmente moradia, alimentação e material didático.

    Estão aptos a participar estudantes com renda familiar de até dois salários mínimos, além de ter cursado todo o Ensino Médio em escola pública da Rede Estadual. Como critério classificatório das vagas ofertadas no Programa, serão selecionadas as 1.000 (mil) maiores notas dos estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ou o exame do Sistema Seriado de Avaliação (SSA).

    Leia Mais
  • Secti realiza Workshop para discutir a implementação do RePEPE

    30 outubro 2017
    432 Views
    Comments are off for this post

    Ação contou com ampla partipação dos atores da área e várias apresentações na sede do órgão

    Uma extensa agenda realizada nesta segunda-feira (30), na sede da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), no Bairro do Recife, norteou o Workshop RePEPE. A ação, que visou discutir a implementação da Rede Pernambucana de Pesquisa (RePEPE), contou com representantes de algumas secretarias estaduais, a exemplo da Educação, da Saúde e da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI),  e também de alguns órgãos, entre eles, o Ministério Público de Pernambuco.

    Na ocasião, a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, esteve acompanhada do secretário executivo, Leonildo Sales, e pelo presidente da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Eduardo Grizendi.

    O RePEPE possui a construção de parcerias público-privadas como ponto central. Ele foca o compartilhamento e a integração de infraestrutura, a divisão de riscos e benefícios e geração de economias em escala. Na sua construção, espera-se que o RePEPE tenha o financiamento do Governo do Estado e de órgãos parceiros para o financiamento da aquisição de cabos ópticos e equipamento de iluminação.

    “Já assinamos o termo de cooperação técnica e, também, já editamos o decreto do RePEPE. A rede faz parte das nossas ações dentro da Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação nos próximos cinco anos. Por isso, estamos aqui para transformar conhecimento, aperfeiçoa-lo ao ponto de excelência fazendo com que o estado cumpra a sua função”, disse Lúcia Melo.

    Com a iniciativa, além de entidades do poder executivo, também serão beneficiadas escolas e instituições diversas. Durante o encontro, sete painéis estiveram em debate. Foram eles: Tecnologias Aplicadas às Redes Metropolitanas, Integração RePEPE e PE Conectado, Modelo de Gestão de Redes Metropolitanas, Perspectivas de Custos e Fontes de Financiamento para RePEPE, Segurança da Informação em Redes Metropolitanas, A RePEPE e as Atuais Redes Metropolitanas em Pernambuco, Experiência da RNP na Implantação e Operação de Redes Metropolitanas.

    RePEPE –  É a primeira rede estadual associada a nova configuração da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que interligará – a partir de internet de alta velocidade (1 a 10 Gigabytes) – 20 municípios do estado, podendo alcançar cerca de 400 entidades até 2018. Com isso, o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), estimula a aceleração da inovação e da competitividade econômica baseadas em cooperação e conhecimento.

    2017_10_30-workshop-repepe-web-05

    Estratégia – A iniciativa faz parte da Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco 2017-2022 (ECTI-PE), documento criado pela Secti para guiar as políticas públicas da área de CT&I. Alinhada à Estratégia, a REPEPE tem como diferencial um modelo de negócio inovador, baseado em parcerias público-privadas voluntárias, propiciando, inclusive, a redução de custos e o compartilhamento de benefícios.

    O convênio, que tem parceria com a Celpe, RNP e Secti, prevê a instalação de equipamentos no valor de R$ 10 milhões, garantindo que o projeto alcance 1.175 km, percorrendo 10, das 12 regiões de desenvolvimento do Estado.

     

    Leia Mais
  • Armazém da Criatividade completa dois anos em Caruaru

    30 outubro 2017
    609 Views
    Comments are off for this post

    A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo, participa nesta terça-feira (31/10) das atividades de comemoração do segundo ano de atividades do Armazém da Criatividade em Caruaru. O Armazém faz parte de uma política pública da Secti, executada pelo Porto Digital, para levar a experiência exitosa do parque tecnológico a outras regiões do estado, seguindo o plano de interiorização do Governo de Pernambuco. O evento oficial começa às 17h, mas durante todo o dia estão previstas atividades nas salas de treinamento e nos laboratórios do Armazém da Criatividade.

    O Armazém da Criatividade de Caruaru tem como objetivo impulsionar o setor de confecções da região, associando a produção a uma base tecnológica avançada, com uso de equipamentos de alta performance, distribuídos nas diversas etapas de produção. Além disso, visa impulsionar também as áreas de economia criativa e de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC), em especial no desenvolvimento de games.

    No local, é possível desenvolver protótipos em toda cadeia de produção: desde a criação, com laboratórios de design gráfico, de produto e de moda, até a modelagem em 3D; prototipação com laboratórios de digitalização e impressão 3D, produção gráfica e produção de vestuário. O armazém conta ainda com estúdios de fotografia e vídeo, mixagem e pós-produção audiovisual, possibilitando a produção de editoriais de moda.

    O ambiente também dá suporte tecnológico a projetos nas áreas de animação, design gráfico e de produto. Toda essa estrutura visa incentivar o surgimento de novos empreendimentos inovadores para a diversificação e o fortalecimento da competitividade da economia local.

    Além da secretária Lúcia Melo, também estrarão presentes a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, o membro conselho do Porto Digital, Sílvio Meira, e outras autoridades e nomes da área de TIC e economia criativa da região.

    Serviço:

    O quê?
    Aniversário de 2 anos do Armazém da Criatividade
    Quando?
    Terça-feira, 31/10, às 17h
    Onde?
    Armazém da Criatividade – Polo Caruaru – Rodovia BR-104 – KM 62 – Nova Caruaru

    Leia Mais
  • Caravana Notáveis Cientistas de PE ganha três novos integrantes em Sessão Solene na Assembleia Legislativa  

    26 outubro 2017
    442 Views
    Comments are off for this post

     

    Ação acontece, anualmente, há 11 anos, dentro da programação

     da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

    A Caravana Notáveis Cientistas de Pernambuco, projeto itinerante que ajuda a divulgar e valorizar as ideias e descobertas de cientistas do estado, ganhou nesta quinta (26), três novos integrantes. Em sessão solene, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), foram homenageados a farmacologista Suely Lins Galdino; o jusfilósofo Nelson Saldanha; e o psicanalista Zeferino Rocha.

    A cada ano, dentro da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Pernambuco, três cientistas são escolhidos para compor a Caravana que circula por todo o estado como parte da ação itinerante do Espaço Ciência. A iniciativa já acontece há 11 anos.

    “A ciência é a capacidade de gerar conhecimento. Reconhecer e homenagear a contribuição dos nossos cientistas, além de merecido, é uma forma de atrair os mais novos. O Memorial tem essa função, de indicar pessoas que contribuíram com soluções importantes e deixar esse registro”, destacou Lúcia Melo.

    Na ocasião, os presentes tiveram a oportunidade de assistir a uma palestra sobre a matemática que, na ocasião, foi proferida pelo doutor em Física, Fernando Nóbrega. Formado ela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ele tem pós-doutorado em Biologia Matemática pela Universidade de Oxford (Inglaterra). “A matemática está em tudo. Nosso dia a dia respira matemática. Se você observar, verá que ela está na ciência, na medicina e nas mínimas coisas do nosso cotidiano”, disse ele.

    A iniciativa da Sessão foi do deputado Jadeval de Lima, presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia. Antes mesmo do início da solenidade, estudantes de escolas como o Colégio Antônio Farias Filho e EREM Prof. Helena Pugó, puderam apreciar as caricaturas dos cientistas homenageados pelo projeto e conhecer um pouquinho sobre cada um.

    Homenageados – Suely Lins Galdino foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Inovação Terapêutica da UFPE. O programa era voltado para a descoberta, desenvolvimento e inovação de fármacos e medicamentos anticâncer, anti-hipertensivos, antidiabéticos, anti-inflamatórios, analgésicos e antiparasitários e, também, no desenvolvimento de rotas sintéticas de fármacos genéricos de interesse para o Sistema Único de Saúde (SUS).

    Nelson Saldanha notabilizou-se no campo da Filosofia do Direito, História das Ideias Jurídicas, Direito Constitucional e Sociologia do Direito. Possui uma vasta obra, conhecida internacionalmente. Um destaque para o livro O Jardim e a Praça (1983), que trata sobre as relações entre o espaço público e o espaço privado e é um dos clássicos da literatura jurídica nacional.

    Zeferino Rocha, reconhecido nome da psicanálise pernambucana, tem Mestrado em Teologia, pela Pontifícia Universidade Gregoriana, Itália, e Doutorado em Psicologia pela Université, de Paris. Atuou profissionalmente em várias universidades pernambucanas e no Laboratoire de Psychologie Clinique, da Université René Descartes, na França. É autor ou colaborador em mais de dez livros, entre eles, os seguintes: Paixão, Violência e Solidão. Além de O drama de Abelardo e Heloísa no Contexto Cultural do Século XII.

    Histórico da Caravana Notáveis Cientistas de Pernambuco – Idealizado pelo professor Ivon Fittipaldi, o projeto teve início em 2006, com a Lei Estadual 13.176, que instituiu o Memorial Público de homenagens póstumas aos cientistas pernambucanos. Com uma van, a Caravana circula por escolas e instituições das diversas regiões do país e ajudam a valorizar o patrimônio intelectual do estado.

    As caricaturas e informações sobre os 33 homenageados atraem a curiosidade da população que desfruta, também, das atividades, jogos e experimentos lúdicos que compõem a ação itinerante do Espaço Ciência. Ao longo dos seis últimos anos, a Caravana já atingiu um público de mais de 100 mil pessoas.

     

    Leia Mais