• Estratégia Estadual de CT&I é apresentada ao Conselho da Facepe

    24 abril 2017
    682 Views
    Comments are off for this post

    A secretaria Lúcia Melo apresentou a Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco em reunião do Conselho Superior da Facepe nesta segunda-feira (24). Durante o encontro, a secretaria reforçou que o documento deve ser um guia para todas as instituições de C,T&I do Estado, começando pelos órgãos vinculados à Secti. A íntegra da Estratégia está à disposição no site da secretaria (aqui).

    “Neste momento de mudanças aceleradas no mundo, no Brasil e em Pernambuco, em um ritmo nunca antes visto, foi preciso que buscássemos caminhos que atuem como um conjunto de diretrizes. Temos clareza dessa transição e precisamos ter urgência nesse percurso”, destacou, Lucia Melo.

    Entre os pontos principais da Estratégia está a orientação de que as medidas devem ser tomadas de forma articulada entre governo, empresas, academia e sociedade. Assim como a definição de conhecimento e inovação como fatores-chave para o crescimento econômico e o desenvolvimento neste século frente a revolução tecnológica em curso.

    Outros pontos que norteiam os seis eixos centrais da Estratégia são a promoção das condições necessárias para a melhoria da competitividade através do conhecimento, da inovação e de recursos humanos qualificados, tudo objetivando a transformação social, elevação de qualidade de vida e aumento da prosperidade, além do fortalecer o Sistema Pernambucano de Inovação.

    Baseados no macro-objetivo da Estratégia, seis grandes eixos foram definidos para orientar a seleção, implementação e monitoramento das mais de 50 linhas de ação construídas. São eles: Desenvolvimento de talentos e criatividade; Pervasiva expansão da economia e sociedade digitais; Aceleração da inovação nas atividades econômicas; Cooperação e transferência de conhecimento; Ambiente favorável à inovação; e Governança e responsabilidade.

    link para a Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação para Pernambuco:

    www.secti.pe.gov.br/estrategia-cti-pe

     

    Leia Mais
  • Itacuruba entra no mapa mundial e avança como polo de ciência na região

    18 abril 2017
    645 Views
    Comments are off for this post

    Após entrar no mapa mundial nomeando o asteroide 10468, Itacuruba prepara-se para virar referência na área de ciências no Sertão pernambucano. A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), junto com o Espaço Ciência e a Prefeitura de Itacuruba, avançam no planejamento para ampliar e consolidar esse potencial da região. As próximas ações no município já têm data marcada.

    Além de definir medidas para intensificar as atividades de difusão científica e aproximar o tema da população de Itacuruba, a secretária Lúcia Melo, o diretor do Espaço Ciência, Antônio Carlos Pavão, e o prefeito de Itacuruba, Bernardo Maniçoba, em reunião nesta terça-feira (18), discutiram outros caminhos para transformar a cidade em um polo de educação, cultura e turismo a partir da astronomia. Entre as possibilidades está a implantação de um Centro Vocacional Tecnológico voltado para a astronomia, clima e sustentabilidade, assim como a criação de uma Rota de Observação Astronômica.

    “Com essa conquista, Itacuruba leva para o mundo uma vocação e patrimônio raros. É preciso aproveitar essa característica como um meio para a promoção de conhecimento e desenvolvimento”, ressaltou a secretária. A confirmação de nomeação do asteroide como 10468 Itacuruba ocorreu no último dia 13, em um congresso científico realizado em Montevideu, no Uruguai.

    observatorio-itacuruba
    No próximo 2 de junho, a placa de batismo do asteroide será formalmente inaugurada pelo Observatório Nacional com uma grande festa na cidade. O Espaço Ciência levará seu projeto itinerante, o Ciência Móvel, inaugurando também a estratégia de intensificar atividades como exposições, observações noturnas e visitas ao Observatório Astronômico de Itacuruba, o Observatório Astronômico do Sertão de Itaparica (OASI).

    Asteroide Itacuruba – O asteroide 10468, descoberto em 1981, ganhou o nome de Itacuruba depois da sugestão feita pela equipe do OASI, como uma homenagem à cidade onde está instalado e é desenvolvido o projeto IMPACTON, que analisa e monitora asteroides, sobretudo os que oferecem maior risco ao planeta. O asteroide Itacuruba está localizado no cinturão principal de asteroides, região do Sistema Solar entre os planetas Marte e Júpiter. Tem um período orbital de 3,58 anos em torno do Sol e um tamanho estimado entre 2 a 5 km de diâmetro.

    Leia Mais
  • Encontros discutem o Plano de Melhoria de Competitividade dos APLs de Laticínios e Vitivinicultura

    17 abril 2017
    521 Views
    Comments are off for this post

    A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e os produtores de laticínios de Garanhuns e de vitivinicultura de Petrolina seguem com os trabalhos para alcançar mais competitividade econômica para a região. Nesta segunda-feira, mais uma reunião foi realizada entre os representantes das empresas Plena e TPF, consórcio responsável pela elaboração do Plano de Melhoria da Competitividade (PMC) dos Arranjos produtivos de Laticínios e Vitivinicultura. Em breve, o consórcio apresentará um documento com indicadores, linhas de base e ações voltadas para inovações nos setores econômicos envolvidos.

    A secretária Lúcia Melo presidiu o encontro que contou com a participação do presidente do ITEP, Antônio Vaz, além dos gestores do Programa Pro-APL. Nesta terça-feira (18/04), representantes do consórcio, das Secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Desenvolvimento Econômico (Sdec), do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) e do APL de laticínios visitam Garanhuns para discussão do prévio diagnóstico para o setor. E, na quarta-feira (20/04), será a vez dos produtores da vitivinicultura de Petrolina receberem os técnicos para debater o diagnóstico prévio para a região.

    Os Arranjos Produtivos Locais (APL) são grupos de empresas localizadas em um mesmo território que apresentam especialização produtiva e mantém algum vínculo de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si. O principal objetivo do Programa Pro-APL é dinamizar as estruturas empresariais e gerar renda e emprego, dividindo-se nas áreas de Gesso, Confecções, Laticínios e Vitivinicultura.

    O Programa de Produção e Difusão de Inovações a Competitividade dos Arranjos Produtivos Locais (ProAPL), financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), é executado pelo Governo do Estado através da Secti, em parceria com o SEBRAE-PE e o Sistema FIEPE.

     

     

    Leia Mais
  • Incubadas do Parqtel participarão do programa Mind The Bizz

    10 abril 2017
    901 Views
    Comments are off for this post

    A secretária Lúcia Melo (C,T&I) assinou, na manhã desta segunda-feira (10/04), termo de cooperação entre o Parqtel e Porto Digital para que projetos incubados da Inbarcatel (incubadora de projetos do Parqtel) participem do programa Mind the Bizz. Essa parceria vai proporcionar aos projetos incubados o amadurecimento e o desenvolvimento de competências essenciais para a interação com o mercado.

    O Mind The Bizz é um programa do Porto Digital realizado em parceria com o SEBRAE que oferece, durante 10 (dez) semanas, oficinas, atividades práticas, mentoria, coaching e meetups a potenciais empresários e pequenos negócios selecionados com projetos inovadores escaláveis (ideia estruturada, Mínimo Produto Viável ou protótipo) nas áreas de Tecnologia de Informação e Comunicação, Jogos Digitais, Audiovisual, Animação, Música, Design ou Fotografia.

    O Mind The Bizz tem como foco a criação de startups baseadas em tecnologias exponenciais de alto impacto global. Isso significa estimular a criação de negócios que podem facilmente se tornar plataformas para a criação de produtos e serviços avançados.

     

    Leia Mais
  • Governador inaugura em Garanhuns nova sede da UPE e incubadora de projetos

    6 abril 2017
    759 Views
    Comments are off for this post

    Fotos: Aluísio Moreira/SEI

    Novo prédio da UPE conta com 16 salas e moderna infraestrutura e iniciará, até o final do ano, incubação de projetos tecnológicos para alavancar arranjos produtivos da região.

    Teve início nesta quinta-feira (06/04) no município de Garanhuns, Agreste Meridional, a segunda rodada do Pernambuco em Ação. Comandado pelo governador Paulo Câmara, o seminário tem o objetivo de prestar contas à população do que foi feito nos últimos dois anos e do que ainda será feito ao longo da atual gestão.

    Paulo Câmara entregou as novas instalações da Universidade de Pernambuco (UPE) naquele município. Com 16 salas, o novo prédio vai atender ao curso de Medicina, beneficiando cerca de 500 alunos, entre graduação e pós-graduação, nos 23 municípios que compõem o Agreste Meridional.  Paulo também anunciou a instalação da primeira incubadora de empresas na unidade, além de autorizar o concurso público de 270 vagas para Analista e Assistente de Gestão da UPE. Ao todo, o Governo de Pernambuco investiu R$ 2,3 milhões nas ações.

    O núcleo de incubação do Campus UPE-Garanhuns será instalado no local em parceria com o Instituto de Tecnologia de Pernambuco e deverá estar concluída em novembro de 2017, terá toda uma infraestrutura para apoiar o desenvolvimento e aceleração das ações empreendedoras, dando suporte à inovação e a criatividade no setor tecnológico. A estrutura contará com cinco salas para incubação, duas salas para administração, uma sala para reunião e uma sala de convivência. O Itep deverá lançar edital de seleção de projetos que estejam sintonia com as características da região, com o objetivo de aumentar a competitividade dos arranjos produtivos locais.

    upe-garanhuns-aluisio“O processo de interiorização da universidade tem possibilitando o estudo de alunos de várias regiões, assim como a continuação da gratuidade da UPE. É muito satisfatório, diante dos desafios de uma crise econômica tão severa, poder vir em Garanhuns anunciar novos investimentos”, destacou o governador. Paulo Câmara avaliou, ainda, que o novo prédio, aliado à incubadora que será instalada no Campus, dará maiores oportunidades aos alunos. “Esses dois equipamentos vão promover oportunidade para os alunos de desenvolverem negócios para o futuro”, afirmou.

    “Estamos fechando o ciclo com essas incubadoras. Já temos aqui na UPE um ambiente de formação do conhecimento, inclusive com a presença de crianças do Colégio de Aplicação. E agora teremos também mais pesquisas e o ambiente para acelerar o desenvolvimento nas incubadoras”, explicou a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lúcia Melo.

    A próxima rodada do Pernambuco em Ação será neste sábado, no município de Santa Cruz do Capibaribe.

    Leia Mais