• Tv Pernambuco disponibiliza conteúdo do Seminário Internacional de Comunicação

    29 fevereiro 2016
    526 Views
    Comments are off for this post

    Perdeu algum debate no I Seminário Internacional de Comunicação? A Tv Pernambuco disponibiliza em seu canal do Youtube as palestras que foram gravadas a partir da transmissão do streaming e alguns interprogramas realizados pela equipe de produção da emissora pública durante o evento.

    https://www.youtube.com/playlist?list=PLuMPbdAXyjw8y3KACoHiIz11TEmgZgsXx

    Leia Mais
  • Seminário apresenta contribuições para fortalecimento da TV Pernambuco

    19 fevereiro 2016
    429 Views
    Comments are off for this post

    O Seminário Internacional de Comunicação, promovido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com a Universidade Católica de Pernambuco, debateu hoje (19/2), os rumos e as perspectivas para a Empresa Pernambuco de Comunicação – EPC. Logo no início do segundo dia de trabalho, os participantes receberam informações, através de mesa coordenada pelo presidente da EPC, Guido Bianchi, da história e da situação atual da TV Pernambuco.

    Fundada em 1984 com o nome de TV Tropical, a TV Pernambuco passou por uma grande transformação a partir do ano de 2011, com a criação da Empresa Pernambuco de Comunicação. Segundo Guido Bianchi, a emissora possui atualmente possui 29 retransmissoras que atendem ao interior do estado, atingindo uma população de 7,2 milhões de pessoas.

    Guido apontou algumas ações necessárias para melhoria da TV Pernambuco, como o processo de digitalização da emissora, que terá que ser concluído até julho de 2017. Além disso, a EPC precisa agilizar a regularização jurídica das outorgas, requalificar sua mão de obra e reavaliar o modelo de radiodifusão.

    No período da tarde, os participantes foram divididos em grupos de trabalho por áreas de interesse. Foram apresentadas, na plenária final no auditório da UNICAP, as contribuições dos grupos de trabalho nas áreas de Conteúdo e Participação Social, Financiamento e Sustentabilidade, Governança e Gestão e Tecnologia e Inovação. O resultado, construído de forma colaborativa, será sistematizado num documento que servirá de subsídios para a política de comunicação pública no estado e para o fortalecimento da TV Pernambuco.

    “O Seminário Internacional de Comunicação: Perspectivas para a Empresa Pernambuco de Comunicação” foi uma iniciativa da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, em parceria com a Universidade Católica de Pernambuco e TV Pernambuco. O evento contou ainda com o apoio do Porto Digital, do Centro Luiz Freire e da Facepe – Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco.

    Leia Mais
  • Seminário debate rumos da TV Pernambuco e da comunicação pública no estado

    18 fevereiro 2016
    466 Views
    Comments are off for this post

    Os desafios e as perspectivas para uma comunicação pública de qualidade no estado estão em debate no “Seminário Internacional de Comunicação: perspectivas para a Empresa Pernambuco de Comunicação”, iniciado hoje (18), no auditório da Universidade Católica de Pernambuco. Promovido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com a UNICAP, o encontro reúne professores, jornalistas, estudantes e especialistas, além de entidades da área de comunicação e representantes da sociedade civil.

     

    Na abertura do seminário – que contou com a presença do professor Abraham Sicsu, presidente da Facepe, representando a secretária Lúcia Melo; do Secretário de Imprensa do Governo do Estado, Ennio Benning; e da Pró-Reitora Acadêmica, Aline Grego, que representou o reitor da UNICAP, Padre Pedro Rubens – foi apresentado o Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação, que vem sendo desenvolvido pela Secti, incluindo o contexto da comunicação pública e da TV Pernambuco.

     

    O seminário, que conta com a participação de mais de duzentas pessoas e prossegue até amanhã ( 19), despertou a atenção de outros estados nordestinos, que vieram a Pernambuco acompanhar a discussão sobre comunicação pública, debate de interesse comum. Estão acompanhando as discussões o diretor da TV pública do Ceará, Tibico Brasil , e o diretor da TV Educativa da Bahia, Flávio Gonçalves, além de outros convidados e representantes de ministérios e entidades ligadas ao tema da comunicação pública.

     

    Desafios e oportunidades – Entre os desafios apontados para discussão da situação da TV Pernambuco no seminário, Jurema Regueira, coordenadora do evento, em nome da Secretária Lúcia Melo, enfatizou alguns aspectos como a carência de conhecimento da sociedade, as diferenças territoriais, necessidade de conteúdo que atenda à demandas da sociedade, o processo de digitalização, multiplicidade de plataformas em ambientes de convergência e um modelo de governança que contemple financiamento e sustentabilidade.

     

    Ao mesmo tempo destacou as oportunidades que a TV Pernambuco possui como o rico acervo cultural do estado, presença forte em Pernambuco do setor de Tecnologia da Informação, da indústria criativa e das universidades, além do desenvolvimento do próprio sistema digital.

    O primeiro debate do seminário – Perspectivas para a Radiodifusão Pública no Brasil ? contou com palestras de Juliana Sawaia, da Kantar IBOPE Media, e do Secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, Pola Ribeiro. Com coordenação de Indira Amaral, da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (ACERP), a mesa debateu os principais desafios da TV pública nos dias atuais.

     

    No período da tarde, os participantes debateram sobre tecnologia e inovação na TV pública, os caminhos possíveis para buscar a sustentabilidade financeira e a responsabilidade do poder público. O tema foi abordado pela professora Regina Lúcia Alves de Lima, da Universidade Federal do Pará (UFPA)/Ministério da Cultura, com moderação do consultor de Tendências, Tecnologias e Inovação do Porto Digital, Jacques Barcia.

     

    Participaram ainda do Seminário Internacional de Comunicação, neste primeiro dia, o professor Danilo Rothberg, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), e Israel do Vale, presidente da Rede Minas e da Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais (ABEPEC). Eles falaram sobre o perfil da TV Pública em termos de conteúdo e os modelos a serem seguidos. A mesa foi coordenada pelo jornalista Ivan Moraes Filho, Centro de Cultura Luis Freire (CCLF). À noite, como última atividade do primeiro dia do seminário, palestra do professor Martín Becerra, da Universidad Nacional de Quilmes, na Argenti, sobre perspectivas e desafios para radiodifusão pública na América Latina.

    Leia Mais
  • Ministro recebe secretária Lúcia Melo

    17 fevereiro 2016
    1025 Views
    Comments are off for this post

    A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco , Lúcia Melo , se reuniu nesta terça-feira (16), em Brasília, com o ministro Armando Monteiro Neto (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior). No encontro foram identificadas possibilidades de cooperação na área do programa Inovativa, que promove aceleração de startups, e o Pronatec Empresas, que proporciona formação de mão-de-obra com foco nas necessidades da produção local.

    O ministro ressaltou que todos os programas do MDIC estão abertos para dar todo o suporte necessário no intuito de ajudar Pernambuco a avançar em uma área tão importante para o desenvolvimento do Estado.

    A secretária Lucia Melo realçou que tem “todo interesse em aproximar a agenda de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco da agenda do MDIC”. Também participaram do encontro o deputado estadual Augusto Cesar; o diretor presidente da Empresa Rede Centro Tecnológico,Geraldo França; e o diretor presidente do Instituto de Tecnologia de Pernambuco, José Geraldo Eugênio.

    * Fotos: Divulgação/MDIC

    Leia Mais
  • Itep lança edital com 11 vagas para incubação e 5 para pré-incubação no Recife

    15 fevereiro 2016
    759 Views
    Comments are off for this post

    O Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) lançou, hoje (15), o Edital Incubatep 2016, com 11 vagas para incubação e cinco vagas para pré-incubação na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Pernambuco (Incubatep). O edital, disponível no site www.itep.br, é voltado a empreendedores ? pessoas físicas ou jurídicas ? interessados em incubar novos negócios de base tecnológica na Incubatep.

    As áreas de atuação de maior interesse do programa de incubação do Itep são Tecnologias Ambientais, Agronegócios, Tecnologias na área de Saúde (bioengenharia, engenharia médica); Engenharia de Alimentos/resíduos agrotóxicos; Energias alternativas; Eletroeletrônica; Mecatrônica; Metalmecânica; Design, prototipagem, modelagem; Engenharia Civil; Tecnologias da Informação e Comunicação relacionadas com as áreas de interesse; e produtos/processos nas áreas de interesse dos novos empreendimentos em instalação em Pernambuco.

    Os interessados em participar do programa de incubação do Itep devem efetuar a inscrição até o dia 21 de março, que também é a data limite para a apresentação dos projetos, os quais devem seguir um modelo pré-definido disponível no site www.itep.br/incubatepsis/. A taxa de inscrição é de RS 70,00. Os projetos enviados serão avaliados no período de 25 a 28 de março e os candidatos serão convocados para apresentação oral nos dias 29 e/ou 30 de março.

    Os futuros empreendedores participarão de treinamento e reunião no dia 8 de março com o objetivo de conhecer as informações básicas acerca do programa de incubação de empresas. Também no dia 8 será realizada uma oficina de desenvolvimento de projetos para incubação. O resultado dos projetos aprovados será divulgado a partir do dia 31 de março.

    OPORTUNIDADES – O programa de incubação de empresas do Itep visa apoiar empreendedores no desenvolvimento de inovações e estimular a agregação de valor ao empreendimento convencional, de forma a incorporar diferencial tecnológico em relação à concorrência, proporcionando oportunidades de negócios com perspectivas mercadológicas. Os empreendimentos incubados terão acesso a serviços adicionais como assessorias técnicas, capacitação, consultoria e participação em eventos.

    Leia Mais